Início » Teologia » O Direito de Primogenitura

O Direito de Primogenitura

Por Gospel Prime


Nem todos os filhos têm a visão do pai, assim também é em relação aos filhos de Deus. Nem todos os filhos de Deus têm recebido da Sua visão. Muitas devem ser as razões, mas talvez a principal delas esteja relacionada à obra pela qual cada um tenha sido chamado e escolhido.

Muitos jovens estudantes têm me perguntado se deveriam ou não interromper os estudos para fazerem a obra de Deus no altar. Eu lhes tenho feito conhecerem o meu testemunho e a minha experiência pessoal com Deus e deixado que cada um responda a si mesmo. A verdade é que a chamada e a escolha de Deus envolvem a fé pessoal. E a resposta de cada um identifica o tamanho da obra reservada para si.

Os casos de Jacó e Esaú refletem muito bem o de muitos jovens envolvidos na igreja hoje. Por ser o primogênito, Esaú tinha não só o direito e o dever de substituir seu pai Isaque na condução de sua família, mas, sobretudo, como o próximo patriarca, que era um tipo de apóstolo na construção de uma nação santa, já que ele era a autoridade máxima de Deus na terra. Seu nome seria um referencial do Deus Único e Verdadeiro e estaria no nível de seus pais Abraão e Isaque.

A referência ao Deus de Israel deveria ser ao Deus de Esaú. Mas, por causa de um prato de lentilhas, ele entrou para a história da fé cristã como um derrotado. Apesar de, com lágrimas, ter tentado recuperar a bênção que, por direito, lhe seria, mesmo assim era tarde demais. A razão de seu fracasso se deve exclusivamente ao desprezo da parte espiritual que lhe cabia.

Seus olhos físicos o levaram a fazer a má escolha e isso refletiu em toda a sua vida. Diz o texto sagrado:

“Tinha Jacó feito um cozinhado, quando, esmorecido, veio do campo Esaú e lhe disse: Peço-te que me deixes comer um pouco desse cozinhado vermelho, pois estou esmorecido… Disse Jacó: Vende-me primeiro o teu direito de primogenitura. Ele respondeu: Estou a ponto de morrer; de que me aproveitará o direito de primogenitura? Então, disse Jacó: Jura-me primeiro. Ele jurou e vendeu o seu direito de primogenitura a Jacó. Deu, pois, Jacó a Esaú pão e o cozinhado de lentilhas; ele comeu e bebeu, levantou-se e saiu. Assim, desprezou Esaú o seu direito de primogenitura.” (Gênesis 25.29-34).

Esaú é um tipo das pessoas nascidas da carne, gente que por não ser espiritual não tem discernimento espiritual. Esaú contava com sua força física e coragem para enfrentar qualquer situação difícil, inclusive os animais ferozes. De fato, ele contava mesmo era com sua capacidade física e não espiritual, razão pela qual desprezou a primogenitura.

“Estou a ponto de morrer; de que me aproveitará o direito de primogenitura?” Quer dizer: ele perdeu a coisa mais importante da vida por ser um homem carnal e não saber discernir o tesouro escondido por trás daquele direito. Esta é a grande desvantagem do nascido da carne! É por isso que temos insistido no novo nascimento. O nascido da carne é carnal; e por não ser espiritual, não pode entender as coisas de Deus. Para eles, o que importa é o imediatismo, a visão dos olhos físicos e não dos olhos espirituais. Mas os olhos físicos veem apenas a matéria e nada além dela. Enquanto isso, os nascidos do Espírito, que são espirituais, têm olhos para enxergar muito além das coisas físicas.

Estas não têm visão e nem conseguem perceber o resultado final de uma escolha ruim. É o caso do mundo, onde as pessoas colhem frutos ruins da má escolha feita. E a má escolha se deve ao fato do desprezo aos conselhos de Deus.

Embora estivesse desesperadamente faminto, mas não a ponto de morrer, seu pai era muito rico e jamais iria permitir deixar seu filho predileto morrer de fome. Mas o maior problema de Esaú foi o desprezo pelo dom de Deus, ou seja: a bênção da primogenitura!
Este direito havia sido dado pelo próprio Deus, pois apesar de ser irmão gêmeo de Jacó, ele nasceu primeiro. Portanto, o direito era apenas dele.

É o caso de muitos jovens cristãos universitários, que um dia foram chamados e escolhidos para serem pescadores de almas, mas, movidos pela fome do sucesso econômico e a glória deste mundo, acabaram desprezando o privilégio de serem servos de Deus para tornarem-se servos de si mesmos.

Deus os abençoe abundantemente,

Bispo Edir Macedo

* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores
e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.


Leia mais...

Discernindo os “tempos e os ventos”

Discernindo os “tempos e os ventos”

O que fazer ao descobrir que um ladrão se passou por...

O que fazer ao descobrir que um ladrão se passou por...

Resposta ao Julio Severo

Resposta ao Julio Severo

Você acredita na igreja?

Você acredita na igreja?


Comentários

Comentários

  1. Natália Gabriela

    Siim (:

  2. Romildo Fernandes Gurgel Gurgel

    Parabéns amigo Marcos. Muito elucidativa seu artigo dos fatos que estão acontecendo com a igreja brasileira. Historicamente falando, o mesmo aconteceu nos países do continente Europeu, EUA e agora acontecendo em nosso país. Com a renúncia do Papa Bento, a igreja católica aumentou ainda mais a sua crise, com certo ar de esperança, será? O povo brasileiro deixou de ser ignorante, muitas igrejas estão sendo abertas, outras estão sendo desmascaradas. A experiência da vida comunitária pode ser boa e ruim, mas ainda continua sendo a comunidade de Deus, independente do número de seus frequentadores. Percebo que muitos estão preferindo se reunir debaixo de uma bananeira do que debaixo de um arranha céu onde existe exploração, manipulação, abusos das mais diversas formas e muita tolerância entre (os oficiais), que deveriam ser o exemplo dos fieis. Existe muita sujeira sendo acobertada, no lugar de estarem vivendo a graça, a desgraça está aí mostrando sua face corrupta e os sistemas religiosos engessados e bem definidos, a sujeira acumulou-se tanto, que não puderam esconder mais, os resquícios das marcas de uma vassoura que não é a graça de Deus, mas as suas próprias conveniências. Deus está levantando homens e mulheres com essa voz lúcida e amorosa para buscar a ovelha perdida, mas não para recolocá-las no aprisco religioso, mas sob o aprisco do cuidado de um Deus que se importa com eles. O importante é se reunir, seja onde for. A velha controvérsia da adoração no templo de Jerusalém e Samaria se descortina novamente em nossos dias, o que é importante é reunir-se em Espírito em verdade. A onipresença, onisciência e onipotência não tem endereço certo. É só lê os evangelhos e vê onde acontece mais. Parabéns e um abração.

    Romildo Gurgel

  3. Heriberto Beto

    esse é o verdadeiro evangelho que tem que ser pregado… está faltando igrejas de acolhimento… igrejas com visão participativa com a sociedade, pq só assim na comunhão, amor para com o proximo, a igreja entrará na graça da sociedade (povo) Atos 2:46,47…..PARABENS uma maravilha de artigo. Deus abençoe a todos.

  4. Francisco Medeiros

    Parabéns pelo artigo lúcido.

  5. Odair Parede

    A igreja é do Senhor Jesus e nós temos que participar como corpo. Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos.
    O Templo é para comunhão e devemos seguir o exemplo de Cristo e dos discípulos no passado.

  6. Maria Izabel Correa

    eu mesmo so uma sem igreja, quero buscar a DEUS em casa. me desepicionei muito na igreja e muita mentira, coisas que nao ta escrito eles inventam. to fora, mais nao deixo meu DEUS eu o adoro. mais la nao volto mais.

  7. Marcos Belges

    Só uma observação: O povo brasileiro ainda continua IGNORANTE.

  8. Marcos Belges

    tenta reunir pessoas como vc em sua casa e formam celulas independentes. Deus abençoe!

  9. Marcos Belges

    já tentou pregar o Apocalipse ou vai dizer que é mistério de Deus como muitos falam por ai

  10. Instituto Teológico Gamaliel

    O ITG – Instituto Teológico Gamaliel, atua na formação teológica de homens e mulheres das mais diferentes denominações eclesiásticas, fornecendo-lhes cursos de teologia nos níveis.
    http://www.institutogamaliel.com
    http://www.institutogamaliel.com/loja
    http://www.institutogamaliel.com/portaldateologiab
    http://WWW.PASTORMARCOCELICIANO.BR21.COM
    http://www.pastormarcofeliciano.vai.la/
    http://www.pastorsilasmalafaia.vai.la/
    http://otpbdobrasil.ning.com/
    http://www.pastoreseteologos.com/
    http://www.pastorclaudioduarte.vai.la/
    http://www.faculdadedeteologia.vai.la/
    http://www.gmuh.vai.la

  11. Juliana Galvão

    Marcos Belges nem todos, generalizar também é ignorância