Início » Jovem » O “novo perfil” da juventude evangélica brasileira

O “novo perfil” da juventude evangélica brasileira

Por Gospel Prime


Em algum lugar, na grande rede, li um artigo intitulado “O novo perfil da juventude evangélica no Brasil”, escrito por um jovem cristão mal-orientado que pensa ter descoberto a “América”!

Ele começa deslumbrado: “Ouve um tempo que jovem dentro de igreja só servia pra ouvir sermão sobre santidade e cantar em grupo de mocidade. Quantos de nós esperamos ansiosamente o tempo em que o Rock não fosse considerado ‘música do capeta’, que fôssemos compreendidos e não condenados, que falassem a nossa língua e que discutissem abertamente dentro da igreja o que ouvíamos diariamente lá fora”.

Não quero ser pedante, mas não saber a diferença entre os verbos “haver” e “ouvir” já tira do autor do texto a credibilidade. O correto seria: “Houve um tempo em que o jovem…” Mas isso só reflete o estado de parte da juventude evangélica, que valoriza pouco o estudo da Bíblia e a oração, supervaloriza as efemeridades e conhece minimamente o vernáculo.

O que o autor do artigo afirmou, de maneira efusiva, é uma grande falácia. Na verdade, precisamos voltar ao tempo em que os jovens ouviam mensagens sobre a santidade e cantavam no grupo da mocidade! Hoje, eles não querem saber de santificação (porque ouvem pouco sobre isso) e valorizam todo o tipo de superfluidade mundana, como estilos musicais eletrizantes (e erotizantes), danças, divertimentos, paquera, contrariando mandamentos e princípios da Palavra de Deus (Hb 12.14; Rm 12.1,2; 1 Jo 2.15-17).

Mas o jovem comemora: “… arrisco dizer que esse velho conceito de jovem cristão está com os dias contados… Há algum tempo atrás, a palavra chave era O-B-E-D-E-C-E-R (pronunciada assim mesmo), hoje já se ouve ADORAR, que envolve acima de tudo VOLUNTARIEDADE. Basta olharmos o perfil dos ministérios de louvor de jovens nas igrejas”.

Como se vê, estamos diante do texto de alguém que se considera cristão, mas que não entendeu nada do que significa cristianismo! Entende ele o significado de Lucas 9.23? Sabe o que denota negar-se a si mesmo? Nota-se que, para esse jovem, o importante é o cristão poder fazer tudo o que o mundo oferece e, mesmo assim, ser… cristão!

É uma pena esse jovem ainda não ter aprendido que adoração não é o mesmo que cantar e dançar ao som de estilos musicais eletrizantes! Não sabe ele ainda que o sentido bíblico de adorar engloba obediência? Sim, adoração denota prostração, humilhação, submissão, obediência, e não extravagância (Ne 8.6; Sl 95.6). Como seria bom se ele estudasse 2 Crônicas 20, a fim de descobrir os reais significados de adoração, louvor e cântico, termos usados um pelo outro pelos cantores-ídolos e seus fãs…

Mas o empolgado jovem prossegue: “Uma onda de paixão e adoração que envolve não somente as capitais e centros urbanos, mas que chega até as igrejas e ministérios nos subúrbios. Jovens que tem por referência na maioria das vezes cantores, bandas, ministros que alcançam uma parcela cada vez maior na mídia e são cada vez mais difundidos”.

Oh, que tristeza ver a juventude e seus fãs-clubes! A idolatria ganhou força em nosso meio, e os cantores-ídolos, à semelhança dos Beatles (ou da pretensão de John Lennon), são mais populares que Jesus Cristo!

Nada tenho contra a juventude. Afinal, também sou jovem! E escrevi dois livros para jovens e adolescentes — Adolescentes S/A e Perguntas Intrigantes que os Jovens Costumam Fazer. Também sou comentador de lições bíblicas para o público juvenil. E ministro, por graça de Deus, palestras para esse maravilhoso público que tanto amo. Mas não posso assistir passivamente a toda essa enxurrada de mundanismo dentro das igrejas. Prefiro resistir. Escolhi ser antipático. Não aceito o evangelho-show. Sou contra dança, night gospel, balada evangélica e toda essa parafernália mundana que tem invadido os templos evangélicos! O culto é para Deus, e não para satisfazer o ser humano. A glória é exclusivamente para o Senhor Jesus!

Juventude evangélica: não embarque na canoa furada do liberalismo! Não se aparte das Escrituras. “Teme ao Senhor, filho meu, e ao rei, e não te entremetas com os que buscam mudanças” (Pv 24.21). Abandone as efemeridades. Jovens, voltem! “Ponde-vos no caminho, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele, e achareis descanso para as vossas almas” (Jr 6.16).

Com amor,

por Ciro Sanches Zibordi

* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores
e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.


Leia mais...

Discernindo os “tempos e os ventos”

Discernindo os “tempos e os ventos”

O que fazer ao descobrir que um ladrão se passou por...

O que fazer ao descobrir que um ladrão se passou por...

Resposta ao Julio Severo

Resposta ao Julio Severo

Você acredita na igreja?

Você acredita na igreja?


Comentários