Início » Jovem » Pregação para jovens

Pregação para jovens

Por Alan César Corrêa


Ainda hoje, muitos cristãos entendem que os jovens são a igreja de amanhã, mesmo sendo eles a igreja de hoje. Essa projeção acontece porque se espera dessa geração um envolvimento maior com o evangelho de Cristo, a exemplo dos jovens que compunham as gerações passadas, que fizeram a diferença e se tornaram mola propulsora para o crescimento do Reino.

A Bíblia está cheia de jovens que marcaram sua história e que são provas de que Deus faz deles seus instrumentos para transformar o mundo. Certa vez, Paulo disse para um jovem chamado Timóteo: ”Sê um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza”. Os fiéis a que Paulo se refere para que Timóteo fosse um exemplo são os anciãos da igreja primitiva, homens como Crescente, Tito, Marcos e Lucas.

O caminho sugerido por Paulo é incomum até mesmo nos dias de hoje. O normal são os mais velhos servirem de exemplo para os mais novos, mas nesta recomendação Paulo inverte o comum e exige do jovem Timóteo o que não se exige dos jovens de hoje: para que sejam referência para as referências. Paulo queria que a vida de Timóteo fosse um exemplo, uma pregação proclamada ainda que calada. Ele quer que Timóteo seja uma pregação viva, uma admoestação aos olhos e não somente aos ouvidos, e faz isso por um único motivo: sabe que existe um potencial enorme para o reino de Deus na vida de um jovem.

A história prova que os jovens têm a força. Lutero tinha apenas 31 anos de idade quando as “95 teses” foram afixadas na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg. Calvino tinha apenas 27 anos de idade quando revolucionou a França ao ponto de ter que fugir para Genebra para não ser preso. Moody tinha somente 25 anos quando, em Chicago, sua escola dominical tinha mais de 1000 crianças, fato que chamou a atenção nos EUA ao ponto de o presidente americano Abraham Lincoln visitar a escola. Billy Graham, com 30 anos, já havia pregado para mais de 210 milhões de pessoas em 185 países. Martin Luther King Jr. tinha 26 anos de idade quando liderou um movimento contra a desigualdade racial, foi preso e teve sua casa atacada. Tornou-se também a pessoa mais jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz.

Deus conta com os jovens, mostra que os jovens podem ser usados. Resta agora que eles se entreguem sem reserva para verem o que Deus pode fazer por meio deles.

“Preparem-se, meus jovens, para se tornarem cada vez mais fracos; preparem-se para mergulhar a níveis cada vez mais baixos de auto-estima; preparem-se para a autoaniquilação – e orem para que Deus apresse este processo.”
C. H. Spurgeon

* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores
e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.


Autor(a)

Alan César Corrêa

Alan César Corrêa

Casado, pai do Nicholas, reside em São Bernardo do Campo -São Paulo. Bacharel em teologia, membro da Igreja Evangélica Batista Nacional, escreveu o livro: Dissidentes da Igreja pela Editora Reflexão. E-mail: alan@gospelprime.com.br

+ Artigos

Leia mais...

A religião do uso e o abuso da religião

A religião do uso e o abuso da religião

Bíblia: sua fama, seu preço

Bíblia: sua fama, seu preço

10 dicas para 10 dias sem Facebook

10 dicas para 10 dias sem Facebook

Deus, me ensine a cuidar do tempo.

Deus, me ensine a cuidar do tempo.


Comentários