23 de Setembro: Mais uma previsão exagerada e sem fundamento

Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou para sua exclusiva autoridade.


Mais uma previsão exagerada e sem fundamento

Acerca dos sinais dos últimos dias, devemos ser cuidadosos com os exageros teológicos e com a escatologia midiática, já que, infelizmente, alguns pastores e pregadores têm afirmado que o sinal astronômico de 23 de setembro pode ser o sinal derradeiro da volta de Jesus ou até mesmo o próprio arrebatamento da igreja, no entanto, como eles podem afirmar isso, se a própria Bíblia se cala diante de tal afirmativa?

“Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou para sua exclusiva autoridade.” – At 1:7.

É interessante porque na Bíblia, não se permite falar em datas ou tempos, entretanto, alguns estão afirmando que no dia 23 de setembro, pode acontecer o arrebatamento da igreja ou o início da grande tribulação, baseados no texto de Apocalipse 12:1-6, onde em uma interpretação forçada e fora de contexto, estes afirmam que a mulher vestida de sol, e que as doze estrelas são uma alusão a um sinal astronômico que irá acontecer no próximo dia 23.

Entretanto, analisando com cuidado o texto de Apocalipse 12, fica claro e evidente que a mulher vestida do sol é Israel, a coroa com 12 estrelas são as 12 tribos de Israel, o filho que foi perseguido é Jesus, ou seja, este é um texto de cunho histórico e escatológico, e que não tem nada haver com um sinal astronômico, portanto, o texto de Apocalipse 12, não possui relação com o acontecimento climático ou astronômico de 23 de setembro.

Acerca da interpretação correta de Apocalipse 12, é importante observar a opinião de alguns especialistas em interpretação bíblica:

De acordo com o pastor e teólogo assembleiano Ciro Sanches Zibordi:

“Não há dúvida, à luz de um conjunto probatório, de que aquela mulher representa Israel.”  [1]

Já o doutor Uwe Wegner, teólogo luterano afirma que:

“Segundo 12.1, a mulher está “vestida de sol”, tem “a lua debaixo dos pés” e uma “coroa de 12 estrelas na cabeça”. Isso pode ser uma referência ao texto de Gn 37.9-11. Ali sol,lua e estrelas simbolizam pai, mãe e irmãos de José, na verdade, todo o Israel da época. No Antigo Testamento, a mulher em dores de parto – a filha de Sião – representa seguidamente a cidade de Jerusalém ou seus habitantes, o povo de Israel ( Cf. Is 1.8;66.5-9;Jr 4.31; Mq 4.9-10”.[2]

Sendo assim, o texto de Apocalipse 12 não tem nada haver com o acontecimento climático ou astronômico de 23 de setembro, mas, sim com os acontecimentos bíblicos e escatológicos, ou seja, este tema não passa de mais um exagero escatológico, como tantos outros que foram registrados.

Como nos tempos da Igreja Primitiva, quando os membros da Igreja de Tessalônica iam para o teto de suas casas vestidos de branco próximo da meia noite para esperar Jesus voltar, outros na mesma localidade não queriam mais nem trabalhar acreditando que Jesus estava voltando.

Recentemente no século passado, alguns pastores desencorajavam seus membros a estudarem, pois afirmavam categoricamente que  Jesus estava voltando e que o estudo seria algo desnecessário, já outros demonizavam tudo e sem nenhum tipo de cuidado bíblico, ficavam apontando tudo como  sinal dos últimos dias.

Quando lembro deste tema, logo me vêm à mente o código de barras e a Antiga União Soviética, pois muitos diziam que este código era o número da besta e que a URSS, seria o berço do anticristo! Detalhe, hoje a União Soviética nem existe mais e o código de barras, é usado por todos.

“Desta feita, quando expomos algo, como sendo sinal dos últimos dias, temos que ser muito equilibrados e cuidadosos, ou nos esquecemos daquele famoso “versículo”, que nem na Bíblia está escrito, mas, muitos pregadores ensinaram como verdade absoluta:” Ao mil passará, mas, ao dois mil não chegará”. Irmãos, já estamos em 2017!

Creio piamente nos sinais da volta de Jesus, entretanto devemos evitar tanto o fanatismo como a indiferença, pois o ensino sobre a vinda de Jesus além de confrontador é muito atual, pois realmente um dia Cristo voltará e cabe a cada um de nós sermos vigilantes: “Vigiai e orai” (Mt. 26:41).

Ao invés de estar preocupado, estejamos preparados, independente se Jesus voltar este ano, ou daqui à 80 anos, o que realmente importa é que em breve Jesus voltará, mas, ninguém pode precisar nem o dia e nem a hora. Desta feita, devemos viver uma vida equilibrada e digna de um modelo cristão, enfim, não devemos estar preocupados, mas preparados!

[1] Quem é a mulher vestida do sol, em Apocalipse 12? . Disponível em: <https://cirozibordi.blogspot.com.br/2011/12/quem-e-mulher-vestida-do-sol-em.html>. Acesso em: 21 set. 2017.
[2] WEGNER, Uwe e VOIGT, Emilio. Série Educação Cristã contínua. Apocalipse manual de estudos. Editora Sindodal. São Leopoldo, 2013.



Orlando Martins

Orlando Martins

Vice-presidente da AD Mais de Cristo em Florianópolis, Pastor-Auxiliar, Bacharel em Teologia e Jornalismo. Especialista em Educação, Mestrando em Teologia na EST. Escritor, Diretor da Faculdade Mais de Cristo. Professor universitário e de matérias teológicas em seminários e faculdades no estado de Santa Catarina. Casado com Cleusa de Oliveira Martins. Pai de Larissa Eduarda de Oliveira Martins.


Deixe seu comentário!