Acumuladores espirituais

"Aquele que HOJE não dividi as tarefas, AMANHÃ não dividirá o cemitério".


Acumuladores espirituais

Toda vez que alguém tem uma questão, esta me é trazida, e eu decido entre as partes, e ensino-lhes os decretos e leis de Deus. Respondeu o sogro de Moisés: “O que você está fazendo não é bom. Você e o seu povo ficarão esgotados, pois esta tarefa lhe é pesada demais. Você não pode executá-la sozinho. Ex. 18:16-20

Quantas vezes já ouvimos o ditado: “se conselho fosse bom não se dava se vendia”, pois bem, a questão é que os conselhos não devem ser julgados sozinhos, é necessário levar em consideração a referência da pessoa na qual se ouve o conselho. A palavra de Deus relata que Moisés recebeu um conselho de seu sogro Jetro que mudou a sua forma de administrar o tempo.



Ao lermos Êxodo 18, aprendemos o que é fundamental para o sucesso de uma empresa, igreja, até mesmo de uma família “A DIVISÃO DE TAREFAS”. É impossível ter excelência trabalhando sozinho em grandes projetos, não tem como uma pessoa fazer tudo.

Imagine se um cantor em uma apresentação ao vivo tiver que: cantar, ser backing vocal, tocar: guitarra, bateria, violão, teclado e ainda cuidar da iluminação, som, etc…  Ufa! Deu para perceber que sozinho não dá?

No Reino de Deus não é diferente, estudos apontam que nos dias de hoje grande parte dos líderes sofrem com problemas de saúde e familiar. Uma das razões deste resultado está relacionada ao acumulo de tarefas, uma parte dos líderes que temos continuam cometendo o mesmo erro que Moisés.



Moisés se tornou um “acumulador de informações”, ele absorvia toda a carga do povo, dos casos mais simples ao mais complicado. E você, não tem tomado para si todas as tarefas do seu trabalho, da sua casa, da igreja, do casamento?

“Aquele que HOJE não dividi as tarefas, AMANHÃ não dividirá o cemitério”.



Entenda que quando se tem outras pessoas envolvidas em um projeto tudo tende a ser um sucesso (Ec. 4.12). Todo comandante precisa de ajudantes, pessoas que darão seguimento a embarcação, e farão com que o mesmo se movimente quando o mar estiver calmo ou se tornar bravio.

Este foi o conselho de Jetro “Mas escolha dentre todo o povo homens capazes, tementes a Deus, dignos de confiança e inimigos de ganho desonesto. Estabeleça-os como chefes de mil, de cem, de cinqüenta e de dez”. Êxodo 18:21.

Algo importante deve ser levado em consideração: “Não se atribuí tarefas a pessoas que não estão preparadas para assumi-las, pois o resultado pode ser catastrófico e irreversível”.

No novo testamento Paulo trata claramente que não devemos impor as mãos sobre alguém precipitadamente (1 Tm 5:22), ou seja, apenas por que precisamos de pessoas para nos auxiliar, antes devemos considerar os seguintes itens:

Capazes;
Tementes a Deus;
Dignos de confiança;
Inimigos de ganho desonesto;
Irrepreensível;
Marido de uma só mulher e vice versa;
Sóbrio;
Prudente;
Respeitável;
Hospitaleiro e apto para ensinar;
Não deve ser apegado ao vinho;
Não deve ser violento;
Pacífico;
Não apegado ao dinheiro;
Deve governar bem sua própria família;
Não pode ser recém-convertido;
Devem apegar-se ao mistério da fé com a consciência limpa;

As mulheres igualmente sejam dignas, não caluniadoras, mas sóbrias e confiáveis em tudo. Ex. 18:21; 1 Tm 3:1-12

De fato, todo líder precisa de pessoas para ajudá-lo, mas não é escolhendo qualquer pessoa que se resolve a situação, e sim orando a Deus para que Ele o mostre ou envie pessoas capacitadas para auxiliá-lo na tarefa de guia o povo a terra prometida na eternidade.



Rafael Esmeraldino

Rafael Esmeraldino

Casado, contabilista, microempresário , membro da III Igreja Evangélica Sinais e Prodígios em Queimados/RJ, na qual exerço a função Evangelista e líder de juventude.


Deixe seu comentário!