MENU

Alma perturbada

“Agora minha alma está perturbada, e o que direi? Pai, salva-me desta hora? Não! Eu vim precisamente com esse propósito e para esta hora” João 12.27


Alma perturbada

Jesus afirma que sua alma está perturbada, e eu conjecturo aqui um dos motivos, além daquele motivo óbvio, que eu sempre achei que fosse: a hora de sua morte. Chego à conclusão de que não foi por isso que Ele se perturbou, foi por um motivo que pode afetar a minha e a sua vida todo dia.

Quer ver? Vou aqui a poucas palavras, voltar ao contexto.

Começa o capítulo 12, falando sobre um jantar oferecido a Jesus, onde estava Lázaro (que já havia sido ressuscitado) Marta e Maria. A Bíblia diz inclusive que muitas pessoas vinham ver Lázaro, pois aquela notícia tomou os arredores onde ele morava. E ali neste jantar, Maria unge Jesus com um nardo puro e caro, e Judas diz: Porque não venderam esse nardo e deram o dinheiro aos pobres? E a Bíblia diz que ele nunca se preocupou com os pobres. E aí Jesus afirma, a partir do que disse Judas, que na realidade ele estava sendo ungido para aquele momento (sua morte). Então Jesus já sabia que iria morrer, e ali sua alma não se perturbou.

Leia mais

Mais a frente, eles chegam a Jerusalém, e Jesus, montado em um jumentinho, é recepcionado com uma multidão de pessoas, segurando ramos de palmeiras, dizendo: “Hosana, bendito o que vem em o nome do Senhor, bendito o Rei de Israel”. E a Bíblia diz que Jesus sabe que estava se cumprindo as escrituras sobre Ele naquele momento (Zc 9.9). Então mais uma vez, Jesus sabe que está se aproximando de sua morte, e mais uma vez ele não se perturba.

Uns gregos que estavam em Jerusalém para adorar ao Senhor, chegam até André e Felipe dizendo: A gente quer ter um momento com Jesus, viemos para bater um papo com Ele. André e Felipe vão até Jesus e dizem: Mestre, os gregos querem falar contigo. E Jesus responde dizendo que não iria atender os gregos, não iria falar com os gregos porque ele veio para morrer. E nessa hora Jesus diz: Agora minha alma está perturbada. E na minha humanidade, consigo compreender o motivo para a alma de Jesus estar perturbada.

A Grécia era, naquela época, o centro do conhecimento, um verdadeiro alvo para alguém que detinha algum conhecimento e mensagem. Para um pensador, para alguém que detinha uma mensagem no coração, a Grécia era o mesmo que a Rede Globo é para um artista que está começando a carreira: um alvo. Era o que o The Voice é para um cantor talentoso, mas que não tem sucesso. A Grécia significava para um pensador o mesmo que “Os Gideões Missionários” significava pra um pregador principiante há quase duas décadas atrás, é alvo, ou seja, é dizer: Eu quero aquele lugar ali.

Então a Grécia era esse lugar, o lugar que detinha o conhecimento. Os gregos sempre foram muito cheios de si mesmos, por serem o centro da filosofia, o centro da literatura, o centro do conhecimento. De lá saíram Platão, Sócrates e muitas escolas filosóficas. Filosofias que influenciaram o mundo e influenciam até os dias de hoje.

Então imaginem o que estava acontecendo naquele momento. A Rede Globo estava indo atrás do artista principiante, o The Voice estava batendo na porta do cantor talentoso que não era conhecido, Os Gideões estavam indo na casa do pregador principiante, estava batendo na sua porta dizendo: Ei queremos você conosco! Você consegue entender isso? O centro do conhecimento e da filosofia humana foi até a porta de Jesus dizendo: Ei, a gente quer ter um papo contigo, a gente quer que você se assente nas nossas escolas filosóficas e traga esse teu conhecimento, que já vem com prática, que já vem com realizações, que já vem com milagres.

Irmãos imaginem, olha a oportunidade que o Diabo deve ter falado no coração de Jesus.

– Olha você não precisa morrer agora, pra que morrer se você pode fazer do teu conhecimento um conhecimento mundial, esse conhecimento que os irmãos da tua denominação não reconhecem, que rejeitam, que são os Judeus. Você pode fazer esse conhecimento ser reconhecido mundialmente, você pode revolucionar a escola de Sócrates e Platão, você pode revolucionar a Filosofia mundial. Não morre não, não morre agora não, dê mais alguns anos pra si mesmo, se assente conosco, venha nos ensinar o que você tem. Nós também reconhecemos que você é alguém que vem da parte de Deus, não morra não, senta lá na mesa principal da Grécia, e deixa jorrar de dentro de você todo esse conhecimento que pode salvar o mundo todo e dar respostas a todas as dúvidas universais sobre a existência de Deus, etc. Inclusive, manda um beijinho no ombro dos teus irmãos Judeus que não te reconheceram, que não te amaram, que não te deixaram assentar com os rabinos e ensinar, dá um beijinho no ombro pra eles e vem pra cá, a gente te coloca em um altar de ouro, a gente reconhece o teu conhecimento, a gente reconhece tudo isso que tem em você, e esse conhecimento vai influenciar toda a humanidade, se precisar morrer por isso. É uma porta aberta pra você, de Deus. Vai desperdiçar esta chance?

Na verdade era isso que estava acontecendo ali irmãos. E olha, muitas coisas me chamam a atenção em Cristo, mas o que me chama atenção demais Nele, é a capacidade de discernir aquilo que está fora dos planos de Deus pra Ele. A capacidade de manter o foco no plano de Deus para a vida Dele. Porque depois dessa ocorrência com os Gregos, Jesus vai dizer: Agora minha alma está perturbada. Mas o que eu vou dizer, se foi pra isso que eu vim, se eu tenho que morrer.

Isso perturbou a alma Dele, certamente que foi algo para balançar Jesus, foi um tiro de .50 pra balançar Ele. E a pergunta que eu me faço, e faço a você, é o seguinte: se fosse você, o que você faria? Você daria mais um tempo e pensaria: “Espera aí, então eu não vou morrer agora não, eu acho que essa é uma porta de Deus, pra esse conhecimento influenciar o mundo todo”?

Até porque eu acredito que você já foi tentado/seduzido pra fazer algo bom e prazeroso mas que foge totalmente da vontade de Deus e já deve ter experimentado este sentimento na alma, esta perturbação, pois quem tem um coração em Deus pode até ter a alma perturbada diante de uma tentação, mas posiciona-se contra aquilo que afronta a natureza divina e diz NÃO.

Preste atenção nos versículos anteriores ao citado no início, logo após falarem a Ele que os gregos estavam ali pra conversar com Ele:

Jesus lhes respondeu: “Chegou a hora em que o Filho do homem será glorificado (em outras palavras: Não posso perder tempo com vaidades e discussões filosóficas). Em verdade, em verdade vos asseguro que se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, permanecerá ele só; mas se morrer produzirá muito fruto(não vou frutificar conversando, mas morrendo). Aquele que ama a sua vida, a perderá; entretanto, aquele que odeia sua vida neste mundo, a preservará para a vida eterna(não me venham seduzir pois não quero o glamour que estão me oferecendo). Se alguém me serve, precisa seguir-me; e onde estou, o meu servo também estará(nem eu vou e NENHUM de vocês irá, enquanto eu não morrer. Ne pensem nisso). Aquele que me serve será honrado por meu Pai(e não pela Grécia, ou favores, ou nomeações, ou dinheiro, ou fama).

Eu acho irmãos que eu teria ido lá, e você? É muito tentador e parece ser muito de Deus a proposta. Só que Cristo estava muito focado na sua missão, que era morrer. Ele poderia ter mandado outro lá em seu nome mas só o fez depois. Você vê Paulo no Areópago se utilizando de um altar, uma placa “ao deus desconhecido” e começa a pregar sobre Jesus.

Jesus fez isso: Depois eu mando alguém aqui, mas primeiro eu vou morrer.

E talvez se fosse a gente, nós diríamos: Não, não vou mandar Paulo porque se eu mandar ele não vai falar do jeitinho que eu iria falar, ele não vai ser tão bom como eu seria.

E aí, talvez se fosse eu, talvez se fosse você, o plano da salvação, o plano da redenção estaria frustrado.

Quantos planos de Deus na minha vida talvez não foram frustrados porque eu melei?

Quantos planos de Deus não foram frustrados na sua vida porque você talvez melou?

E claro que vamos lembrar da frase: “Agindo Deus quem impedirá”? Os planos de Deus jamais podem se frustrar.

Sim, eu concordo com isso. Mas você também deve concordar comigo que, vezes após vezes, o inimigo tenta fazer com que venhamos a interferir e atrapalhar os planos de Deus na nossa vida, aquilo que ele tem a fazer. E não falo só dos planos ministeriais, falo dos familiares, dos seculares, dos sociais, são planos que você precisa estabelecer uma meta, um foco, e manter-se nele, não pode se desviar.

Então que venhamos refletir nisso, pra mantermos o foco no plano de Deus pra nossa vida, pra que não possamos permitir ser assediados com propostas que parecem ser boas, que parecem ser uma porta da parte de Deus, mas que na verdade não são, e que possamos ter essa capacidade de discernimento daquilo que vem do espírito de Deus, daquilo que é do espírito humano, daquilo que é do espírito das trevas.

Assim seja e que em tudo o Senhor seja glorificado em nós.



Douglass Suckow 41 anos, é pastor na Igreja Metodista Wesleyana em Porto Velho-RO desde 2010. Casado com Luciana Neves, tem 03 filhos, Jade (18), Lucas (15) e Henrique (07). É escritor de revistas de Escola Bíblica para pré adolescentes pelo Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana (RJ). Estuda Teologia pelo Centro Universitário Internacional (UNINTER) e é idealizador de um canal no Youtube: Pastor Douglass

Assuntos: , , ,


Deixe sua opinião!

Mais notícias