As tempestades em copo d’agua no relacionamento

Exageros sempre são ruins, tenha calma! Relaxe.


As tempestades em copo d'agua no relacionamento

No relacionamento, a parte mais sensível tende a exagerar. Normalmente o lado feminino é o mais sensível supervalorizando a realidade. Isso não é um ataque as mulheres mas uma tendência na sociedade, os próprios filmes, realitys, novelas, apresentam as mulheres dessa maneira, parece uma inclinação feminina analisar emoções, palavras e ações de forma excessiva. Segundo pesquisadores o homem tende a ser mais dominante e emocionalmente estável, enquanto as mulheres tendem a ser mais sensíveis, atenciosas com os outros e apreensivas (Veja o estudo em LiveScience).

É comum após um telefonema de horas entre um casal de namorados a garota desligar e ligar para amiga. Elas então revisam a conversa anterior e ficam horas falando sobre o assunto, analisando tudo o que o rapaz disse ou quis dizer quando falou tal coisa. Já o rapaz, apenas desliga o telefone, senta no sofá ao lado do seu amigo e joga videogame sem dizer uma palavra sobre todo o tempo que ficou no telefone.

Essa característica feminina (lembrando que isso não é padrão) a torna exagerada e facilita uma tempestade em um copo d’agua. O homem por sua vez, sente o dever de cuidar da mulher que ama. Se a vida dela está em flagelos, mesmo que ele não tenha nada haver com isso, sente-se responsável. Isso é tão terrível! Picuinhas, brigas por coisas pequenas, chiliques destroem um relacionamento aos poucos. Se esse não é o seu desejo, então pare!

Tempestades em copo d’agua em um relacionamento faz com que um não pense nos sentimentos do outro, colocando todo o foco nos seus próprios desejos. É uma grande tolice ver tudo da sua própria perspectiva e nunca da perspectiva do outro.

Exageros sempre são ruins, tenha calma! Relaxe. Se você é assim, o primeiro passo é desejar sair desse vicio da preocupação, ao amar o seu parceiro é preciso lembrar que o amor não procura os seus interesses (1 Co 13). As vezes se cria casos dramáticos por medo, mas o amor lança fora todo o medo (1 Jo 4.18); não se esqueça que todas as coisas cooperam para o bem dos que amam a Deus (Rm 8.28).

Sendo assim, relaxe e confie em Deus, preste atenção em suas atitudes e, ao se deparar com raiva diante de pequenas coisas no seu relacionamento, pare e comente com Deus esse pequeno problema, faça isso antes de fazer o barraco! Tempestades em copo d’agua só levam o relacionamento a ruína e dores um ao outro, pare com isso! Confie em Deus e tudo ficará bem.

Créditos: Hayley Dimarco – Loucuras do coração.



Victor Santos

Victor Santos

Victor dos Santos, mora em Santo André-SP. Blogueiro (Vida ao Inverso). Bacharel em Teologia, graduado em Logística pela Uniban e estudante da PUC SP.


Deixe seu comentário!