Compromissados com a verdade de Deus

Todos os que são compromissados com a verdade de Deus não vivem na prática do pecado (1 Jo 3.9).


Compromissados com a verdade de Deus

Mesmo antes de nascermos, todos nós já fazíamos parte do rol dos pecadores. Como disse Davi, todos nós fomos concebidos em pecado (Sl 51.5). E, em Romanos 3.23, está escrito que “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. Estes versículos deixam bem claro o estado espiritual deplorável do homem sem Deus.

Embora pecadores desde a concepção, Deus provou o seu amor para conosco, enviando o Seu Filho Jesus para morrer em nosso lugar (Rm 5.8). Cristo, a Verdade, padeceu pelos mentirosos diante do Santo. Isso significa que o compromisso que Jesus abraçou diante do Pai foi cumprido, na íntegra: “Está consumado” (Jo 19.30).

Jesus viveu para o Pai, para que pudéssemos conhecer o Pai. Enquanto o compromisso de Jesus com Deus era cumprido em seus mínimos detalhes, pessoas indignas do Céu eram alcançadas e restauradas. No Filho, o Pai perdoava e continua derramando o seu perdão sobre a vida dos pecadores (At 3.19).

Quando experimentamos a mudança interior operada por Deus, passamos a viver a vida de Jesus em nós. Esse novo nascimento produz em nós uma perspectiva terrena saudável, como também uma visão espiritual nunca antes percebida. Nossa ética passa a ser regida pelo caráter de Cristo (Gl 5.22. Nossos valores mostram, factualmente, as virtudes celestiais.

Esse compromisso com Deus e sua Palavra revelam-nos a verdadeira necessidade de vivermos o pacto que firmamos com o Senhor no dia em que nos entregamos aos seus cuidados.  Isto é, viver e anda na verdade são marcas induvidosas de que, realmente, somos compromissados com a verdade de Deus.

Viver a verdade de Deus nem sempre nos trará “vantagens”, pois, algumas vezes, sofreremos revezes. Mas, como disse o apóstolo Pedro, “é coisa agradável que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, padecendo injustamente. Porque que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas, se fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus” (1 Pe 2:19-20). Se temos compromisso com o Senhor, temos que estar preparados para sermos afligidos por causa da verdade.

Como percebido neste texto, todos os que são compromissados com a verdade de Deus não vivem na prática do pecado (1 Jo 3.9). Embora sejam passíveis de pecar, eles compreendem que, sem Jesus, jamais poderão viver na verdade. Diferente de muitas pessoas que se dizem cristãs, mas se enlameiam com a mentira.



João Paulo Souza

João Paulo Souza

33 anos; casado com Marcela Souza; servo do Senhor e Salvador Jesus Cristo. É pedagogo e pós-graduado em Coordenação Pedagógica.



Deixe seu comentário!