MENU

O culto racional

Texto Bíblico: “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”. (Rm […]


Texto Bíblico: “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”. (Rm 12. 1,2)

Introdução:

O espírito santo nos exorta através das sábias palavras do apostolo Paulo, a oferecermos a Deus um culto racional, até mesmo porque somos seres racionais, e é justamente a racionalidade que nos distingui dos demais animais, que são reconhecidos como irracionais por serem desprovido das faculdades intelectuais.

Infelizmente existe uma forte tendência a mistificarmos o culto por meios de condutas pragmáticas que enfatizam as supostas experiências transcendentais de êxtases, transes e histerismos insanos. Sinceramente, isso não é culto, pois o nosso Deus não é Deus de confusão. (I Co 14.33). Por essa razão o apostolo Paulo exortou as igrejas a não serem meninas e sim amadurecidas. (I Co 14. 20).

Tema: Quando prestamos o culto racional?

I – Quando adoramos em espírito (fé) e em verdade (razão). (Jo 4.23).

II – Quando amamos com o coração (sentimentos) e entendimento (intelecto). (Mc 12.30).
III – Quando servimos com a alma (emoções) e com força (atitudes). (Mc 12.30).
IV – Quando buscamos o poder (sobrenatural) e o conhecimento (escrituras). (Mt 22.29).
V – Quando crescemos na graça (unção) e no conhecimento (sabedoria). (II Pe 3.18).

Conclusão:

O culto cristão é um ato consciente que deve ser realizado conforme os preceitos bíblicos, os quais recomendam que em tudo que fazemos deve sempre existir ordem e decência (I Co 14.40). Caso contrário, seremos como meninos agitados e levados pelos ventos de doutrinas (Ef 4.14), e como crianças inexperientes ainda necessitadas de leite (Hb 5. 11-14). Ou seja, sem formação e sem maturidade.

Cultuar a Deus racionalmente é agir conforme os irmãos Bereanos que sempre examinavam as escrituras (At 17.11), seguindo assim o conselho do mestre Jesus (Mt 5.39). Pois qualquer “revelação” quer seja em forma de modismos secularistas ou movimentos sincretistas que vier a contrariar as escrituras, ainda que venha por intermédio de anjos deve ser considerado anátema.

 

“Se não apresentarmos o culto racional jamais experimentaremos a boa, perfeita e agradável vontade de Deus sobre as nossas vidas”. Pr. Sidnei Ferreira



Pastor presidente da Igreja Batista Evangelizadora, em Paulo Afonso - BA. Formação acadêmica: Teologia, Administração e Filosofia. Casado com a nutricionista Vanessa Cristina e pai de Sidnei Gabriel e Sarah Cristina. Contato virtual: www.facebook.com/pr.sidneyferreira


Deixe seu comentário!


Mais notícias