Deus não escolhe o seu parceiro

Estou querendo dizer que Deus não escolhe pra gente, queremos que Ele faça isso, mas foi Ele que deu essa responsabilidade para nós.


Deus não escolhe o seu parceiro

Afirmar que Deus não escolhe nosso parceiro(a) parece um pouco forte, mas não é, temos um medo muito grande de dizer o que Deus não faz, porque Ele pode fazer tudo, certo? E é claro que Deus pode fazer tudo, a questão é: O que compete a Deus fazer e o que Ele deixou para nós fazermos?

A dúvida em questão é simples: Qual a responsabilidade que Deus deu ao homem? Nós como seres humanos não gostamos de responsabilidades, não queremos escolher, daí atribuímos tudo a Deus, queremos que Ele escolha tudo pra gente, sempre queremos ouvir a voz de Deus dizendo: “Isso é seu!”; “Faça isso”; “Essa é sua Rebeca”; “Este é seu prometido”, porque assim tudo é mais seguro, dá confiança, quando na verdade a vida não tem nada de seguro, o grande desafio de viver é porque existe incerteza, mudanças, surpresas, e foi nessa realidade que Deus nos permitiu estar.

Estou querendo dizer que Deus não escolhe pra gente, queremos que Ele faça isso, mas foi Ele que deu essa responsabilidade para nós.


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


Parecemos Adão no jardim depois de pecar, Deus vem a sua procura no jardim e Adão se esconde. Entenda isso, de natureza gostamos de nos esconder, além disso, quando Deus pergunta a Adão o que aconteceu ele coloca a culpa na mulher por ter pecado, e a mulher coloca a culpa na serpente, ou seja, por natureza não queremos responsabilidades, queremos colocar a culpa em alguém, no caso de hoje quero que você perceba que colocamos a responsabilidade em Deus para escolher um parceiro para nós, quando na verdade o poder de escolha está em nossas mãos.

A Bíblia nos mostra isso: Caim pode escolher livremente matar ou não seu irmão, infelizmente ele opta pelo caminho mal (Gn 4). Isaque toma Rebeca sem perguntar nada a ninguém e a tem como esposa (Gn 24), José e Maria estão prestes a casar por escolha própria. Não temos textos bíblicos que deem a Deus a responsabilidade de escolher nosso parceiro(a).

Se Deus escolhesse Ele seria responsável pela escolha, consegue entender isso? Quantos relacionamentos de jovens cristãos não começaram com base em oração, jejum e depois terminaram. É incontável o número de jovens que receberam uma palavra ou profecia de que tal pessoa seria o desejo de Deus para a vida dela e depois tudo terminou, são diversos casos até de casamentos que depois acabaram em grande frustração, decepção, traição e assim vai.

E agora, a culpa é de Deus? Lógico que não, Deus não preparou uma pessoa certa para você onde você terá que encontrar o seu destino com o dela para tudo ser perfeito, precisamos sair desses mitos! Isso não existe nas Sagradas Escrituras! Não podemos tirar versículos de contextos e passagens profundas da revelação de Deus para tratarmos o nosso Senhor e Salvador como um gênio da lâmpada ou um Guia amoroso!

E tudo que estamos fazendo não exclui em nada o papel de Deus em nossas vidas, você escolher não tira de Deus o centro, na verdade, Deus é o centro da sua vida justamente porque foi Ele quem te deu o dom de decidir! Nós que precisamos para de fugir de nossas obrigações, de nossas responsabilidades, do nosso medo de nos frustrar, medo de nos relacionar, medo de tentar!

Agora entenda, você pode orar, jejuar, fazer propósitos com outra pessoa antes de começar um namoro, não só pode, mas deve fazer isso. O que você precisa entender é que não se faz essas coisas para ouvir Deus dizer SIM ou NÃO, mas justamente para que você conheça o outro e VOCÊ decida se determinada pessoa fará ou não bem a sua vida baseada na palavra de Deus.

Você como jovem cristão deve olhar para a Bíblia e aprender com ela, deve desejar uma pessoa que te fará bem, que te respeitará, uma pessoa que te amará, que te levará para Deus e que tem os mesmos propósitos que o seu. Deus nos dá sua palavra, abre nosso entendimento, nos mostra o caminho de vida. Deus nos dá toda a graça para que possamos escolher bem, mas quem procurará e decidirá com quem se relacionar seremos nós mesmos. Não queremos essa responsabilidade porque temos medo, mas é a realidade.

Volto a dizer, tudo que foi falado até aqui não tem por objetivo dizer que não deve ser feito propósitos de oração, que não deva existir corte, que não é necessário à aprovação dos pais ou coisa do tipo, isso tudo são boas formas para se conhecer o outro e refletir em uma boa decisão.

O que quero que fique em sua mente para a reflexão é que os ensinos, os conselhos e um bom caminho já foram apresentados pela palavra de Deus, ao olhar isso você deverá fazer uma boa escolha, mas é você quem fará isso! Pare de justificar o SIM ou o NÃO de Deus por estar com alguém e assuma a sua responsabilidade. Não é Deus que escolhe seu parceiro, não tem uma única, exclusiva e preparada pessoa de Deus para você, mas seja crítico ao escolher baseado na graça de Deus e ao fazer a sua decisão, lute a cada dia na presença de Deus para que tudo vá bem. Deus é soberano, é tão Poderoso e Soberano que nos dá a graça e liberdade de escolhas, e essa lição de casa Ele não faz pela gente.



Victor Santos

Victor Santos

Victor dos Santos, mora em Santo André-SP. Blogueiro (Vida ao Inverso). Bacharel em Teologia pela Universidade da Bíblia, graduado em Logística pela Uniban e estudante da PUC SP.


Deixe seu comentário!