Dia dos Pais – como homenagear sem se endividar

"Honra teu pai e tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor, o teu Deus, te dá." - Êxodo 20:12


Dia dos Pais – como homenagear sem se endividar

O homem que tanto fez por nós, desde o nosso primeiro dia de vida, será homenageado no domingo, dia 13. Pai é aquele que dá exemplo, sustentação e força para caminhar, mesmo quando há adversidades. É uma das figuras que melhor representa Deus, por seu amor e carinho com os filhos.

Por isso, muitas pessoas fazem o possível e o impossível para agradar no Dia dos Pais, chegando a comprar presentes mais caros do que o bolso permite. Quero aqui lembrar que os maiores presentes não se compram nas lojas: são a presença, o cuidado e o zelo com o progenitor.



É claro que conta muito ver o sorriso no rosto e a alegria dele em receber o presente que tanto queria, mas é preciso planejar com antecedência para que essa data não gere o endividamento e o descontrole financeiro. Nenhum pai gostaria de ver seu filho com problemas, muito menos para agradá-lo.

Infelizmente a maioria dos pais e avós não teve educação financeira para transmitir aos filhos, e por isso muitos passam por dificuldades. O Dia dos Pais é uma ótima oportunidade para buscar livros, cursos e palestras sobre educação financeira, gerando um marco: a mudança no comportamento de toda a família.

Na hora de comprar o presente, é preciso estar atento a alguns detalhes. Veja abaixo e não se esqueça do principal: o amor fraternal e divino. Feliz Dia dos Pais!

  1. Busque um presente diferente, com pouquíssimo investimento e que beneficiaria toda a família: um almoço especial, um passeio em um parque da cidade ou mesmo uma reunião para rever fotos antigas e ouvir as músicas que o pai goste;
  2. Defina o presente de acordo com a sua situação financeira no momento. Se o desejo for realizar um sonho e não houver condições, faça um planejamento para poupar e conquistar no próximo ano;
  3. Se tiver irmãos, os reúna para comprar o presente, pois juntos terão maior poder aquisitivo e estarão se unindo por uma causa maior, seu pai;
  4. Procure saber o que o seu pai está precisando, assim une o útil ao agradável e evita comprar algo que não será usado ou bem aproveitado;
  5. Se seu pai estiver endividado, ajude-o com o problema e dê a ele um livro ou curso de educação financeira, para sanar o problema de vez;
  6. Cuidado com presentes que tenham outros custos agregados, como animais de estimação, por exemplo. Veja se seu pai tem interesse;
  7. Antes de comprar, pesquise em pelo menos três lojas diferentes para encontrar o melhor preço;
  8. Se for pagar a vista, não tenha receio de pechinchar e pedir descontos, essa é uma prática comum e honesta;
  9. Se for pagar a prazo, atente-se para que o valor das parcelas caiba no orçamento nos próximos meses;
  10. Evite usar o cheque especial para comprar o presente, pois os juros são muito altos.



Reinaldo Domingos

Reinaldo Domingos

Reinaldo Domingos é doutor em educação financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira. Está a frente do canal Dinheiro à Vista e é autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Diário dos Sonhos e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil.


Deixe seu comentário!