Evangelismo familiar e a transferência de responsabilidade

“Porquanto o marido descrente é santificado por causa da esposa cristã; e a esposa incrédula é santificada por causa do marido crente.” I Coríntios 7.14


Evangelismo familiar e a transferência de responsabilidade

Um domingo desses foi bem diferente.

Ao invés de minha família estar ouvindo a palavra enquanto eu pregava (por ser pastor), eu me assentei com meus filhos e fomos edificados através da pregação de minha esposa em uma igreja onde ela foi convidada a ministrar a palavra.

Durante a pregação ela contou um testemunho e disse, mais ou menos assim: “Fui alcançada dentro de casa. O Douglass orou por mim durante um ano, mas sempre ia muito além das orações. Ele praticava a palavra dentro de casa e na minha vida, dando bom testemunho de Cristo. Eu ia à igreja, mas não era tocada lá. Em casa fui visitada por Jesus e estou firme até hoje em Sua presença. Portanto pare de achar que o Encontro, a igreja, o pastor, ou qualquer outra coisa/pessoa seja a saída para seu familiar. A saída é vc que já está em Cristo, mas isto só ocorrerá quando vc viver a palavra dentro de casa. Daí Jesus vai se manifestar lá”.

Grato a Deus fiquei a meditar na extrema importância de se praticar a palavra de Cristo dentro de casa (nosso laboratório de prática do Evangelho) como maior instrumento de evangelismo que possa existir.

Não que pessoas não sejam alcançadas nas pregações em igrejas, células, Encontros ou atividades afins. Não, não estou anulando o poder de um sermão.

O que estou é dando ênfase a um tipo de sermão muito mais poderoso que este: A PRÁTICA.

Já diz um jargão popular: “As palavras convencem, mas o exemplo ARRASTA”.

E é verdade!

O apóstolo Paulo vai corroborar com esta ideia afirmando que o cônjuge cristão vai santificar seu parceiro. Aleluia.

O apóstolo Pedro também afirma a mesma coisa. Vamos ver?

“Da mesma maneira, esposas, cada uma de vós, seja submissa a vosso próprio marido, com o propósito de que, se alguns deles ainda são contra a Palavra, sejam convertidos sem admoestações, mas pelo procedimento de sua esposa, testemunhando a vossa maneira de ser honesta e respeitosa. Portanto, o que vos torna belas e admiráveis não devem ser os enfeites exteriores, como as tranças do cabelo, as finas jóias de ouro ou o luxo dos vestidos. Pelo contrário, esteja em vosso ser interior, que não se desvanece, toda a beleza que se revela mediante um espírito amável e cordato, o que é de grande valor na presença de Deus. Porquanto, na antiguidade, era desse modo, que as santas mulheres que esperavam em Deus costumavam adornar-se. Elas eram dóceis cada qual para com seu próprio marido, como Sara, que obedecia a Abraão e o chamava senhor. Dela sois filhas, se praticardes o bem sem qualquer espécie de receio.” I Pedro 3.1-6

É claro que todo o texto é maravilhoso, mas grifei algo digno de reflexão: se a mulher somente VIVER a palavra de Deus em seus comportamentos honrosos, submissos e respeitosos, conquistará seu marido para o Senhor com estes comportamentos. (vale para maridos, filhos, etc)

Pensar o contrário então se torna determinante: Se não aplicar a palavra de Deus em casa, jamais atrairá para Cristo aquele(a) familiar tão amado(a).

E é a mais pura verdade. Eu mesmo, em conversas de gabinete pastoral já ouvi de maridos e esposas não crentes em Jesus metralharem com frases parecidas com esta: “Se for pra ser crente e me parecer com isso aí (marido ou esposa) eu não quero. Isso é hipocrisia!”

Forte não?

Luciana, minha esposa, lembrava durante sua ministração que, há cerca de 14 anos atrás, ela começava uma briga, me instigava a brigar, mas eu ia orar imediatamente, mesmo estando correto e com a razão. Num primeiro momento ela ficava mais furiosa ainda, mas na madrugada o Espírito Santo a convencia de que ela era quem estava errada (difícil hein? Só ele mesmo pra convencer uma mulher de tal coisa kkkkk).

Brincadeiras a parte, quero chamar sua atenção para o fato de que se você é cristã(o), a responsabilidade da pregação do evangelho para sua família está toda sobre você, através de seus comportamentos, de sua obediência às leis de Cristo. Isto é o aroma dEle sendo exalado em sua residência.

E como a palavra de Deus é FIEL, em tempo oportuno todos de sua família (ou ao menos tua casa) estarão servindo ao Rei dos Reis e Senhor dos Senhores.

Não terceirize uma responsabilidade que é sua. Se havia feito isso, se empodere desta responsabilidade novamente e mãos à obra. O Senhor fará o restante.



Douglass Suckow

Douglass Suckow

Douglass Suckow 41 anos, é pastor na Igreja Metodista Wesleyana em Porto Velho-RO desde 2010. Casado com Luciana Neves, tem 03 filhos, Jade (18), Lucas (15) e Henrique (07). É escritor de revistas de Escola Bíblica para pré adolescentes pelo Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana (RJ). Estuda Teologia pelo Centro Universitário Internacional (UNINTER) e é idealizador de um canal no Youtube: Pastor Douglass


Deixe seu comentário!