MENU

Gremlins e o cachorro preto

O desânimo quando alimentado pode ser comparado a história do cachorro preto chamado depressão, que aos poucos envolveu seu dono de tal forma que o dominou e o inutilizou.


Gremlins e o cachorro preto

Você conhece Gremlins e o cachorro preto? A história de muitas pessoas é marcada por altos e baixos e mesmo os que vivem hoje uma jornada feliz, são capazes de lembrar momentos da vida em que perderam o entusiasmo.

Nesse universo, muitos sofreram injustiças ou outros problemas que os levaram ao desânimo profundo. Para eles as palavras morreram, não carregam mais consigo o que lhes dão significado.

Palavras de estímulo e chavões de autoajuda, se tornam sem força, não são suficientes para traduzir sentimentos e ações. De nada adianta dizer; “vai dar certo”, “força, você vai vencer”. Tudo se torna sem sentido, é preciso remoção das causas que alimentam o desanimo.

Leia mais

O desânimo quando alimentado pode ser comparado a história do cachorro preto chamado depressão, que aos poucos envolveu seu dono de tal forma que o dominou e o inutilizou. Ele era carregado, alimentado, um peso-morto. Seu dono se sentia envelhecido, sem gosto pela vida, sem confiança e amedrontado.

Procure ajuda de um especialista

Quando se perde a motivação por origem emocional ou química, o tratamento recomendado é terapia e medicamentos que também são instrumentos do cuidado de Deus. Mas além disso, há ainda motivações de origens espirituais.

Assim como uma pessoa emocionalmente perde o entusiasmo, pode perder ainda a motivação espiritual, a paz interior e a alegria existencial (conhecida por felicidade), em decorrência de pecados não confessados que também pode ser comparado a um monstrinho de estimação que levamos para casa.

De tão feio ele é engraçadinho e as vezes até parece bonitinho e inocente, mas semelhante aos Gremlins eles se multiplicam, causam terror, morte e destruição. A única maneira de matar o monstro que gera corrupção, mentira, imoralidade e injustiça é a exposição a luz.

O tratamento para quem perde o entusiasmo e a alegria existencial, a inspiração decorrente pela presença de Deus, é a mudança de atitude e a confissão de pecados. O pecado causa escuridão, pode apagar o brilho do Espírito Santo e causar tristeza, por isso a recomendação de Jesus: “Eu sou a luz do mundo.

Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida”, logo se alguém afirma que anda com Deus e continua tropeçando por falta de luz, obviamente alguma coisa está errada por não viver o que diz.

Mas se andar na luz, como o próprio Deus é luz, sua vida irá refletir o caráter de Cristo através da verdade, justiça, compaixão e o resultado final será uma vida de satisfação existencial.



Professor de filosofia, ética, cidadania, sociologia, missões urbanas, missão integral. Seminário Evangélico de Teologia da América Latina. Ezequiel Brasil trabalha com captação de recursos para organizações filantrópicas em: http://mobiliza.mobi e escreve nos Jornais, O Popular e Diário da Manhã em Goiânia - GO

Assuntos: , , , , , , ,


Deixe sua opinião!

Mais notícias