Honre a sua família

Como Criador, Deus tem planos extraordinários, surpreendentes, inimagináveis para as nossas famílias!


Honre a sua família

“Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra. E vós, pais, não provoqueis a ira de vossos filhos, mas educai-os de acordo com a disciplina e o conselho do Senhor”. (Efésios 6.1-4)

Como Criador, Deus tem planos extraordinários, surpreendentes, inimagináveis para as nossas famílias!

No plano de Deus para a família, cada indivíduo tem um papel a desempenhar e esse papel deve ser feito da melhor maneira possível, independente da falibilidade do outro.

Uma das chaves para relacionamentos bem-sucedidos no seio familiar é considerar que os outros são mais importantes do que nós mesmos.

Confiar em Deus e seguir seus planos é o único caminho de sucesso verdadeiro para as nossas famílias.

Quando esses princípios são negligenciados, famílias fracassam.

Quando os princípios são respeitados a família cresce e prospera.

Deus nos deixou exemplos de várias famílias na Bíblia Sagrada – Adão e Eva, Noé, Abraão, Isaque, Jacó, Davi. Suas vidas foram descortinadas para que pudéssemos ver como elas foram abençoadas quando obedeciam a Deus e como tiveram dificuldades quando desobedeciam ao Senhor.

Às vezes, pelo fato de não honrarem uns aos outros, havia amargura, ciúmes e até assassinato. O primeiro assassinato registrado na Bíblia foi entre irmãos, Caim matou Abel. José foi vendido como escravo por inveja. Os filhos do sacerdote Eli, Hofni e Finéias desonraram a seu pai e ao povo de Israel. E muitos outros casos estão relatados entre as famílias bíblicas.

A maioria dos problemas de ordem familiar tem como origem o descumprimento das diretrizes bíblicas para o bem-estar da família!

Um princípio crítico para o crescimento espiritual de uma família frequentemente negligenciado é o da “honra”.

Vejamos alguns textos bíblicos acerca de princípios de honra na família:

Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor. (Efésios 5.22)

Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. (Efésios 5.28)

“Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.” (Êxodo 20.12)

A definição de honra

No Novo Testamento, honra significa “um apreço”.

Honra é o sentimento do dever; Dignidade; Boa fama; Demonstração de respeito; Honrar é colocar o outro como primeiro.

O verbo honrar significa distinguir, fazer diferença.

Quando “honramos” um familiar demonstramos que essa pessoa é extremamente valiosa aos nossos olhos.

O oposto também é verdadeiro. Podemos demonstrar que um familiar tem pouco valor pela forma em que o tratamos.

Famílias onde não há honra, casamentos são arruinados; filhos se rebelam; parentes se agridem física e verbalmente; festas são constrangedoras, pois um parente não fala com o outro.

Família onde não há honra, não há gratidão, não há respeito, não há admiração. Família onde não há honra tem como marca o azedume da vida, o mal humor, a falta de paciência, e chegar em casa após o trabalho é um fardo difícil de carregar.

Enfim, uma família desonrada colhe frutos amargos e os danos são incalculáveis.

A pergunta ideal diante deste quadro seria: como podemos restaurar a honra de nossas famílias?

Decida honrar a sua família.

A palavra decidir aponta para decisão. Deus disse, “tratai todos com honra” (1 Pedro 2.17), “preferindo-vos em honra uns aos outros” (Romanos 12.10), “considerando cada um os outros superiores a si mesmo” (Filipenses 2.3).

Temos que tomar a decisão de honrar as pessoas que Deus colocou sob para fazerem parte da nossa vida.

Filhos, valorizem os seus pais.

Pais, valorizem os seus filhos.

Esposas, valorizem seus maridos.

Maridos, valorizem suas esposas.

Irmãos valorizem seus irmãos.

Sogras, valorizem seus genros e noras.

Noras e genros, valorizem suas sogras.

Deus espera que honremos nossos familiares.

Um exemplo clássico da inversão dos valores familiares se dá em velórios, onde você muitas vezes os filhos ou algum ente querido chorando copiosamente pela perda da pessoa, contudo, quando a pessoa estava viva, não havia respeito, honra, amor, enfim, não havia demonstração de carinho. Aí quando a pessoa vem a falecer, envia-se uma coroa de flores e alguns fazem questão de pegar a alça do caixão.

Decida honrar a sua família em vida. Não espere um familiar seu morrer para dar valor. Ame hoje. Presenteie hoje. Seja feliz hoje.

Decida respeitar a sua família

O apóstolo Paulo disse para os maridos serem o cabeça, amarem suas esposas, sacrificarem-se por elas, alimentarem e cuidarem delas (Efésios 5.22-31).

Às esposas foi dito para serem submissas, temerem e respeitarem seus maridos (Efésios 5.22-33).

É dito aos filhos que devem obedecer seus pais (Efésios 6.1).

A Bíblia Sagrada aponta o tempo todo para atitudes práticas de amor e respeito.

Não adianta falar que amamos a nossa esposa ou filhos, ou qualquer outro familiar, se as nossas atitudes demonstram o contrário. O nosso falar deve estar em concordância com as nossas ações.

A atitude de honra cria um ambiente saudável e aconchegante para que a nossa a família cresça diante de Deus e dos homens.

Decida cuidar da sua família à luz da Palavra de Deus

Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel. (1 Timóteo 5.8)

Há muita gente negligenciando a sua família, desonrando os seus familiares. Muitas vezes usando como argumento as próprias atividades da igreja para deixar de honrar os pais ou algum outro ente querido.

Mas a Bíblia diz que quem age assim negou a fé e é pior que o infiel.

Vemos pessoas querendo ganhar a sua família para Jesus por meio de palavras e discussões.

Esquecemo-nos que a maior estratégia de evangelismo não são palavras, mas atitudes. O dia que a sua família enxergar Cristo em você, aí então eles começarão a se converter ao Senhor. Aí você vai declarar como Josué, eu e minha casa servimos ao Senhor!

Decida amar a sua família

O apóstolo João disse, “Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. Amados, se Deus de tal maneira nos amou, devemos nós também amar uns aos outros” (1 João 4.10-11).

Ame a sua família ainda que ela não mereça o seu amor.

A sua família pode ser complicada, cheia de problemas, mas é a família que Deus te deu.

Seja grato a Deus pela sua família. Ame-os assim como Deus nos ama. Perdoe os seus pecados. A partir de então, a felicidade inundará o seu lar, tornando-o um pedacinho do céu!

Em Cristo,



Anderson Vieira

Anderson Vieira

Pastor, Escritor, Conferencista, Bacharel em Teologia, Bacharel em Comunicação Social, Professor de Seminário Teológico e Capelão Internacional. Casado e pai de três filhos.


Deixe seu comentário!