Miserável homem que sou???

“Miserável ser humano que sou! Quem me libertará deste corpo de morte?” Romanos 7.24


Miserável homem que sou???

Não amado leitor, isto não é, nem de longe, uma autodepreciação.

Paulo não está se xingando de miserável e nem tampouco afirmando se um homem transgressor da lei como parece no texto, a uma leitura sem profundidade.

Inclusive é lamentável um crescente número de cristãos se ancorando nestes versículos para argumentarem sobre suas vidas de pecado.

Irmãos, o apóstolo Paulo está expondo uma profunda teologia, desde Adão, passando pela Lei de Moisés até chegar a Cristo e sua perfeita obra redentora.

Neste caminho, para explicar a condição do homem antes de Cristo e também depois, ele alegoriza utilizando-se de sua própria pessoa para explicar sobre esta tal condição, no entanto ele não está falando do tempo atual, mas do ser humano nessas transições.

“pois fui vendido como escravo ao pecado” vs 14

“Porque sei que na minha pessoa, isto é, na minha carne, não reside bem algum; porquanto, o desejar o bem está presente em meu coração, contudo, não consigo realizá-lo. Pois o que pratico não é o bem que almejo, mas o mal que não quero realizar, esse eu sigo praticando. Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o realiza, mas o pecado que reside em mim.” Vs 18-20

Neste trecho o “fui vendido” e o “minha pessoa” se refere ao ser humano na Lei, isto é, antes de Cristo. Isto é um recurso de retórica.

Como chegamos a esta conclusão? Observe o próximo versículo.

“Antes eu vivia sem a Lei; mas quando veio o mandamento, o pecado reviveu, e eu fui ferido de morte;” Vs 9

Me diga: quando foi que Paulo viveu sem lei? Nunca! Ele sempre foi judeu e, portanto, sempre viveu sob a batuta de Moisés. Logo, concluí-se que este “eu” se refere ao homem ANTES DA LEI. E ainda que alguém possa ingenuamente dizer que Paulo estava se referindo ao seu tempo de criança, quando até os 13 anos não tinha compromisso em guardar a Lei, somente depois da cerimônia judaica bar mitzvah, eu ainda diria que tudo isso era uma alegoria do homem em seu tempo antes da Lei.

Ademais, há outra figura de linguagem muito forte utilizada pelo apóstolo. Quando ele pergunta “quem me livrará deste corpo de morte”, ele está se referindo ao suplício do morto, uma prática dos piratas etruscos, que consistia em condenar uma pessoa à morte de uma forma muito cruel. Eles amarravam o condenado a um corpo já morto e pronto. Este condenado ficava por horas, dias, agarrado a um morto em estado de putrefação até sua morte chegar.

Assim é todo ser humano sem Jesus, pois quando Adão pecou o espírito do homem morreu e este carrega este “corpo” dentro de si desde o nascimento, já morto. Nós fedemos até encontrar a Cristo e sua luz, que nos ressuscita (vivifica) para Deus, nos livrando da condenação cruel da morte eterna. Aleluia.

Hum, começou a clarear… E o homem depois da Lei, especificamente em Cristo? Esta resposta está em todo o capítulo 8.

“Portanto, agora não há nenhuma condenação para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.” Vs 1-2

Quem havia sido vendido como escravo ao pecado, agora estava LIVRE. Quem? Todo ser humano que agora está EM CRISTO.

“e cancelou a escrita de dívida, que consistia em ordenanças, e que nos era contrária. Ele a removeu completamente, pregando-a na cruz” Colossenses 2.14

Pois vós não recebestes um espírito que vos escravize para andardes, uma vez mais, atemorizados, mas recebestes o Espírito que os adota como filhos, por intermédio do qual podemos clamar: “Abba, Pai!”” Rm 8.15

Glória a Deus por esta obra tão linda e COMPLETA, que também nos auxilia a fazer a vontade de Deus, que é andar segundo Seu Espírito, de modo que não mais andemos nas torpezas desta vida.

“Vós, contudo, não estais debaixo do domínio da carne, mas do Espírito, se é que de fato o Espírito de Deus habita em vós. Todavia, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo. 10Porém, se Cristo está em vós, o corpo está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.” Rm 8.9-10

“Portanto, vos afirmo: Vivei pelo Espírito, e de forma alguma satisfareis as vontades da carne! Porquanto a carne luta contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne. Eles se opõem um ao outro, de modo que não conseguis fazer o que quereis. Contudo, se sois guiados pelo Espírito, já não estais subjugados pela Lei.” Gálatas 5.16-18

Portanto amado leitor, renda-se à vontade de Deus pra tua vida, que é ANDAR EM ESPÍRITO, e pare de usar argumentos para continuar em uma vida de pecado. Largue este corpo amarrado ao seu e viva na liberdade que só Cristo pode oferecer.

Se você está em Cristo e se o Espírito de Deus habita em você, você já venceu todo pecado e todo mal e atenderá à expectativa de Deus a respeito de todo ser humano: que seja santo como Ele é.

Deus nos abençoe.



Douglass Suckow

Douglass Suckow

Douglass Suckow 41 anos, é pastor na Igreja Metodista Wesleyana em Porto Velho-RO desde 2010. Casado com Luciana Neves, tem 03 filhos, Jade (18), Lucas (15) e Henrique (07). É escritor de revistas de Escola Bíblica para pré adolescentes pelo Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana (RJ). Estuda Teologia pelo Centro Universitário Internacional (UNINTER) e é idealizador de um canal no Youtube: Pastor Douglass


Deixe seu comentário!