MENU

O amor…

“Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”. (Jo 13. 35).


O amor...
O amor...

O amor…

Introdução: Na antiguidade, os gregos utilizavam várias expressões diferentes para descrever o amor, em suas mais variadas formas e manifestações:

  • Philautia – Narcisismo, egolatria. Ex: Auto – amor excessivo;
  • Eros – Paixão, romantismo, atração sexual. Ex: Casais apaixonados;
  • Mania – Ciúmes, obsessão. Ex: Fanatismo e extremismo;
  • Ludus – Lúdico, Cômico, hilário. Ex: Diversão, humor e alegria;
  • Storgé – Afeição natural. Ex: Família e parentes.
  • Philos – Simpatia, consideração recíproca. Ex: Amizades e parcerias;
  • Pragma – Pragmático, prático. Ex: Hobbies, hábitos, estilos e gostos;
  • Ágape – Amor sublime, incondicional. Ex: Amor divino, o verdadeiro amor.

A bíblia sempre emprega o amor ágape para apresentar a verdadeira conduta e comportamento de um cristão em suas relações interpessoais, inclusive: profissionais, ministeriais, familiares e sobretudo matrimonial.

“Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”. (Jo 13. 35).

O VERDADEIRO AMOR

1 – O AMOR É ESCOLHA, E NÃO MERAMENTE CASUALIDADES:

“Acima de tudo, porém, revistam-se do amor, que é o elo perfeito”. (Cl 3:14).

2 – O AMOR É COMPROMISSO, E NÃO SIMPLESMENTE SENTIMENTOS:

“… não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade”. (I Jo 3.18b).

3 – O AMOR É DEDICAÇÃO, E NÃO POPULARMENTE DOMINAÇÃO:

“Dediquem-se uns aos outros com amor fraternal. Prefiram dar honra aos outros mais do que a si próprios. (Rm 12.10).

4- O AMOR É CONQUISTA, E NÃO HABITUALMENTE ROTINAS:

“Sigam o caminho do amor…”  (I Co 14.1a).

Conclusão: O amor é o dom supremo, o maior de todos os mandamentos, a melhor de todas as virtudes. E, é justamente no relacionamento matrimonial que experimentamos e vivenciamos intensamente a essência do verdadeiro amor, através do exercício do respeito mútuo, confiança recíproca, perdão genuíno, companheirismo, cuidado e consideração entre ambos.

  • OS MARIDOS DEVEM AMAR SUAS ESPOSAS INCONDICIONALMENTE:

“Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, (Ef 5.25).

  • AS ESPOSAS DEVEM AMAR SEUS MARIDOS EXEMPLARMENTE:

“Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos”. (Tt 2.4).



Sidnei Osvaldo Ferreira

Sidnei Osvaldo Ferreira

Pastor presidente da Igreja Batista Evangelizadora, em Paulo Afonso - BA. Formação acadêmica: Teologia, Administração e Filosofia. Casado com a nutricionista Vanessa Cristina e pai de Sidnei Gabriel e Sarah Cristina. Contato virtual: www.facebook.com/pr.sidneyferreira


Deixe seu comentário!