O plano de transformação de Deus para o Brasil

Deus criou e deu ao homem a missão de formar nações com base em Sua cultura, na cultura do Seu Reino.


O plano de transformação de Deus para o Brasil

Mudança! Transformação! Essas são possivelmente as palavras mais apropriadas para descrever o sentimento do povo brasileiro a respeito do Brasil neste momento. Os últimos dois anos foram marcados por instabilidade e crise político-econômica. Desemprego, aumento de preços, queda na produção e no comércio, juros altos, reviravoltas políticas caracterizaram o ano de 2016 e 2017.

Como se não bastasse, para os cristãos, esse período também se configurou como um dos mais turbulentos dos últimos tempos: exposições de arte com conteúdo pornográfico e abusivo, peças teatrais agressivas à fé cristã, comerciais e programas de televisão com mensagens perniciosas à família natural, além de projetos de lei e ações judiciais para legalizar o aborto provocado, o uso recreativo de drogas e o ensino de ideologia de gênero nas escolas, entre outras iniciativas, buscaram calar, criminalizar, enfraquecer e destruir a fé e o modelo social judaico-cristão em nossa Nação.

Diante de tantos ataques e dificuldades, uma parcela da Igreja Cristã se levantou para combater tais investidas. Manifestações públicas, petições online, ações judiciais, boicotes nacionais, orações em locais públicos e pressão e atuação de representantes políticos aconteceram pelo país e produziram vitórias expressivas em nome da vida, da família natural e da fé cristã.

O período de turbulência, porém, não passou e não passará até que nós, cristãos, assumamos verdadeiramente nosso papel de representantes, de embaixadores de Deus em nossa Nação. Deus tem um plano de transformação para o Brasil, o qual já está revelado há mais de 4 mil anos. Para Deus, as nações não são alvos apenas de evangelismo; elas constituem locais para Sua própria revelação e para a execução de Seus planos. Deus falou para Adão encher e cultivar a terra (Gn. 1:28) e prometeu a Abraão que ele seria “pai de muitas nações” (Gn. 17:4). Da mesma forma, Deus deu a Moisés no deserto os ensinamentos de como formar uma Nação e prometeu que, por meio dela, abençoaria todas as demais nações (Dt. 4).

Deus criou e deu ao homem a missão de formar nações com base em Sua cultura, na cultura do Seu Reino. A palavra cultura tem a mesma raiz da palavra cultivar, usada por Deus para descrever a missão de Adão e Eva e, portanto, de todos os Seus filhos na terra. Sob um olhar antropológico, cultura diz respeito ao conjunto de padrões de crenças, valores, princípios, costumes, comportamentos e conhecimentos que caracterizam um grupo social ou uma sociedade. A cultura identifica e distingue um grupo, um povo, uma Nação. Ela deve determinar e se expressar no conteúdo das leis e das políticas públicas e na configuração política e socieconômica de um país.

O povo de Deus é chamado a estabelecer a cultura do Reino em sua Nação. Jesus reafirmou tal missão para seus discípulos (Mt. 28: 19-20). Ele ordenou que eles fizessem discípulos de todas as Nações, ensinando-os a guardar tudo o que Ele havia lhes ensinado. Ele não veio abolir a Lei ou os Profetas, mas cumprir o que já havia sido estabelecido desde o princípio (Mt. 5: 17). E Ele nos chamou para cumprirmos a mesma missão e ensinarmos a cultura do Reino em nossa sociedade (Mt. 5:19).

Deus tem um plano de transformação para o Brasil. Esse plano depende de mim e de você, ele envolve todos os cristãos, ele requer que todos nós ajamos ativamente nas diferentes esferas da sociedade para salvar e mudar nossa Nação. Como faremos isso? Pelos ensinamentos de Deus revelados a nós em Sua Palavra. Deus ensinou Moisés e Jesus, os discípulos a formar Nações e culturas. E todos os ensinamentos e exemplos estão disponíveis hoje para nós.

O Brasil tem jeito! O jeito somos nós, cristãos, entendendo e exercendo nossa missão de agentes de transformação cultural em nossa Nação! Nos próximos artigos desta série, você compreenderá como e a partir de quais princípios e estratégias atuar na transformação do Brasil.

Notas:

1 Este é o primeiro artigo de uma série de reflexões cujo objetivo é preparar os cristãos para escolherem de forma consciente e acertada seus representantes políticos nos períodos eleitorais e para atuarem enquanto agentes de transformação do Brasil a partir de suas respectivas profissões.



Viviane Petinelli

Viviane Petinelli

Viviane Petinelli é pós-doutora em Ciência Política. É especialista em políticas públicas e participação social.


Deixe seu comentário!