O Senhor dos Exércitos

Jesus venceu políticas, culturas e exércitos poderosos com a melhor de todas as estratégias de guerra. A linguagem do amor,...


Jesus venceu políticas, culturas e exércitos poderosos com a melhor de todas as estratégias de guerra. A linguagem do amor, a mensagem de um modelo de Paz. A comunicação assertiva e otimista.

Bom dia amados! Depois de uma missão na Amazônia, volto á comunicação dominical com vocês. Mas, e, por falar em missões…

… E, se no Brasil, a sua capital, Brasília fosse atacada pelo céu?
A Base Aérea de Anápolis – BAAN é uma base da Força Aérea Brasileira localizada na cidade de Anápolis, estado de Goiás, a 160 km de Brasília. Sua função primordial é a defesa aérea de Brasília, capital do Brasil.


  Professor ensina a cantar afinado em 61 dias


Ela foi a primeira base aérea brasileira planejada e construída especialmente para receber um tipo específico de avião, os caças de fabricação francesa, Mirage IIIE/D designados na Força Aérea Brasileira como F-103. A operação desses aviões exigia a construção de uma base inteiramente nova e plenamente capacitada a operar aviões supersônicos.
Por questões estratégicas, foi decidido que a nova base seria construída nas proximidades de Brasília, e os F-103 destinados primordialmente à defesa da capital do país. Assim, após vários estudos (incluindo questões de tráfego aéreo e interferências de rádio) a escolha acabou recaindo sobre a cidade de Anápolis.

A partir do ano 2000, a Base Aérea de Anápolis passou a abrigar também o 2º/6º GAv – Esquadrão Guardião, que opera com os avançados R-99A de alerta aéreo antecipado e R-99B de sensoriamento remoto.
Em caso de qualquer ameaça estrangeira no ar de Brasília. Em poucos minutos Anápolis será a 1ª. Unidade de Defesa a responder com artilharia de fogo pesado sobre possíveis inimigos em nossos céus! (Fonte: Wikipedia).

Guerra Invisível

397078_143476709103353_100003230735180_169227_579997021_n

Assim como o nosso governo não pode dormir em sua estratégia de defesa, o povo de Deus, o povo de Israel, necessita está em posição de guarda diante de nossos adversários.

Acontece que os adversários do povo de Deus são seres invisíveis. São seres espirituais. Suas ações são elaboradas diariamente e, incansavelmente voltadas para a destruição do povo de Deus, atingindo as suas emoções, famílias, territórios e até a saúde física.

Essas forças espirituais influenciam choques de poderes nas regiões celestiais que refletem na vida real. São agentes da maldade que manipulam e seduzem as pessoas para um descontrole de suas emoções e ações num mundo físico cheio de violência.

Mas, a nossa luta não é contra CARNE ou SANGUE, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares dos céus! Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir firmes no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes!… (Efésios 6:12 em diante)…”

Principados, potestades, príncipes, hostes (do mal) podem se apresentar nos modelos mais diversos possíveis. São fortes poderes mencionados na bíblia. Vamos detalhar as suas características para um melhor entendimento:

1) Principados (no grego arché, que significa espíritos governantes, magistrados, poderes, começo, sendo que começo neste caso se refere ao tempo ou ordem). Principados são espíritos demoníacos poderosos da mais alta hierarquia (primeiro escalão), recebendo ordens diretamente de Satanás, dominando e operando nos lugares celestiais. São chamados de príncipes (Dan. 10:13,20).

2) Potestades (no grego exousia, significando autoridades que permitem ou impedem, poder delegado). As potestades têm poderes executivos, recebendo autoridade e poder delegado pelos principados. Nos textos de I Cor. 15:24 e Colos. 2:15 refere-se à todas as autoridades e poderes malignos, que se opõem a Jesus Cristo e a Igreja.

3) Príncipes do mundo destas trevas (no grego kosmokrator, que significa governadores mundiais, os senhores do mundo; vem de “kosmos”, isto é, “mundo” e “krator”, isto é, governados). Estes são responsáveis pela luta contra a verdadeira luz e levam o povo às trevas, cegando-lhes os olhos e enviando trevas às almas dos homens. Quando oramos por pessoas que estão dominadas pela cegueira de Satanás e por pessoas que estão em religiões pagãs estamos guerreando contra este tipo de inimigo. Estes governadores mundiais governam sobre nações através do seu poder de cegar a mente dos homens. Exercem também autoridade sobre diferentes sistemas de governos do mundo.

4) Hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes (no grego pneumatikos, que vem da raiz da palavra “pneuma”, que significa “espírito” e “poneria”, que significa “iniqüidade”, “depravação”, “maligno”, “atividade de natureza má”). Estas forças oprimem a humanidade, tentando levá-la ao desespero e caos total. O medo, a angústia e os suicídios são resultantes destas forças espirituais malignas. (fonte guerrear. wordpress.com)

Estes são os nossos adversários e não outros. São espirituais. Uma guerra espiritual só é vencida numa luta espiritual.

Principados e potestades

É engano achar que podemos lutar com o uso da força física para ganhar uma batalha como esta. Leia e entenda a Bíblia.

JESUS influenciou cidades, reinos e nações apenas com a sua palava. Napoleão Bonaparte , um dos generais mais temidos de todos os tempos, declarou que houve alguém mais poderoso que todos os exércitos da terra, e que destruiu todas as forças e poderes bélicos existentes na terra, sem o uso de nenhuma arma física ou força humana, esse alguém foi JESUS. ELE VENCEU POR AMOR E SEU AMOR É A SUA MELHOR ESTRATÉGIA DE VITÓRIA ATÉ HOJE!!!

Jesus venceu culturas poderosas com a melhor de todas as estratégias de guerra. A comunicação do amor. A comunicação de um modelo de Paz.

Exércitos vencem pela força, suas estratégias são altamente sigilosas. Mas, Jesus venceu pelo amor e sua estratégia não tem segredo. Jesus nos chama de amigos pois, os servos não conhecem os negócios de seu Senhor. Jesus ensinou que reino dividido é sinônimo de derrota e destruição de uma nação. A estratégia de Jesus é de AMIZADE.

“Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer.” (João 15:15).

Na prática, se o seu problema é de amizade, comunique-se assertivamente como Jesus o fez. Se o problema é espiritual, junte-se a um exército de orações as armas mais poderosas que os crentes em Cristo têm em suas mãos.

Há forças que só usam a força e a violência, mas um filho de Deus cheio de sabedoria não estaria associado a isso. Não somos das trevas. Somos de Jesus. E, se isso é verdade somos UM com Cristo e nada com as trevas. Vejamos o que diz a bíblia sobre isso:

Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? (…) Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E eu vos receberei; E eu serei para vós Pai, E vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso.” (2 Cor. 6:14-18).

discípulos

 

É possível vencer uma batalha

de acordo com o modelo estratégico de Jesus!..

 

Voltando a falar sobre o Brasil, estratégica e politicamente, falando de guerra, em nosso País, Brasília e Anápolis são um. Todo o Brasil seria um! Afinal, nenhuma nação dividida em guerras civis, subsistirá ao inimigo estrangeiro!!

Reflexão:
Agora, espiritualmente falando, de que lado você precisa estar? Competindo entre irmãos em Cristo ou resistindo ao inimigo de nossas almas?

“…Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos.” (Zacarias 4:6).

#COMPARTILHE COM OS SEUS AMIGOS!…

Até uma próxima povo de Deus!
[email protected]
twitter: @MnisterioAdore



Claudio Santos

Claudio Santos

Fundador das Missões Adore no Brasil e da Escola do Reino. Com mais de 30 anos de vida cristã, Claudinho, além de pastor, é músico e conferencista. Tem formação em teologia, missiologia e capelania prisional. Membro do Conselho de Pastores de SP, é coordenador das Missões Adore na Amazônia. #quevenhaoteureino; #missõesribeirinhas. #missõesurbanas


Deixe seu comentário!