Os fariseus, os discípulos de João e os de Jesus

Os três grupos na igreja.


Os fariseus, os discípulos de João e os de Jesus

No Evangelho de Marcos capítulo 2 e versículo 18 está escrito:

” …Ora, os discípulos de João e os fariseus jejuavam; e foram e disseram-lhe: Por que jejuam os discípulos de João e os fariseus, e não jejuam os teus discípulos?…”



Aqui está clara a presença de três grupos: os discípulos de João, os fariseus e os discípulos de Jesus.

Os fariseus são os donos da religião. São também os guardadores dos Oráculos Eternos, se acham os donos do céu e os juízes oficiais, representantes do próprio Deus.

Todos os seus julgamentos sempre são feitos à partir de si próprios. Por se acharem acima de tudo e de todos são completamente desprovidos da compaixão, amor e perdão. Vivem de exterioridade sempre.



Os discípulos de João são aqueles que tiveram seu tempo de anunciar a vinda do Messias, foram aqueles que prepararam a manifestação do Evangelho da Graça de Deus.

Os discípulos de João deveriam se agregar e seguir no caminho que anunciaram, o de Jesus, entretanto permaneceram com um “Ministério Paralelo”, pregando a vinda do que já havia se manifestado, batizando e fazendo discípulos que não tinham a quem seguir.



Hoje, nas igrejas, estes três grupos coexistem, os Fariseus não entram no Reino e impedem outros de entrarem, são os donos da igreja, mantem uma capitania hereditária ministerial onde só são contemplados os membros do clã familiar.

Os discípulos de João cultivam seu velho “Ministério Paralelo” retrógrado, se rebelando contra aqueles que foram levantados para guiar o rebanho. Vivem de passado, são incapazes de se atualizarem e aceitarem as mudanças, mesmo testemunhando as bençãos da renovação.

Os discípulos de Jesus, por seu turno, são aqueles que entenderam a mensagem do Evangelho, sofrem a perseguição do inferno, dos Fariseus e dos discípulos de João.

Contudo entenderam que a mensagem de amor pode transformar toda ignorância, retrocesso e falta de perdão, ainda que para isso, tenham que perder suas cabeças.

Que o Senhor Jesus nos guarde.



Armando Taranto Neto

Armando Taranto Neto

Articulista, mestre em sociologia da religião, graduado e pós-graduado em teologia bíblica. Pastor auxiliar na AD Mutua - RJ. Contato para ministração e estudos bíblicos: [email protected]


Deixe seu comentário!