Os pecados secretos de cada dia

Esses pecados são tantas vezes considerados por nós Igreja como abomináveis. E no intuito de varrer o pecado, acabamos por tantas vezes varrendo o pecador.


Os pecados secretos de cada dia

Olá!

Estou viciado na pornografia no mínimo 15 anos, mas hoje tento combater, acabo sempre caindo, uma semana sem masturbar eu fico “louco”. Já me livrei de todo material pornográfico, mas o desejo aparece dentro do corpo, pois eu não busco pornografia, mas a vontade de masturbar é sempre intensa, sinto essa necessidade, já orei muito por isso, porém não tenho força suficiente, o que eu faço? Você ora por mim? Existe alguma direção para mim? Muito obrigado!

Sou casado e viciado em pornografia e masturbação, sou viciado em filmes gays. Me ajudem por favor, sou evangélico.

Tenho 28 anos sou membro de uma igreja onde faço parte do ministério de louvor e às vezes ate ministro, bom você já deve ter uma noção de como são minhas ministrações, sem unção sem poder de tocar outras vidas, isso me dói muito porque eu tenho um grande chamado nessa área e não consigo exercer com santidade. Levo uma vida dupla, todos que me veem cantando me elogiam acham que eu sou um grande homem de Deus, mais na verdade não passo de um sepulcro caiado de um mausoléu.

Já não sei mais o que fazer todas as minhas lutas pra me livrar desse mal são em vão.

Preciso de ajuda! Tenho lutado contra isso aproximadamente 10 anos.

­­­­­­­­­­­­­­­

São mensagens desesperadas como essas, que recebemos diariamente. São irmãos, líderes, pastores… Pessoas que amam a Deus, sim O amam e por isso se culpam, têm seus corações machucados e desejam se livrar desse vício que os aprisionam e afastam de um relacionamento com Deus e de uma vida de relacionamentos saudáveis.

A pornografia, a masturbação, os desejos homossexuais e tantos outros pecados relacionados à sexualidade têm afligido nossos irmãos diariamente e os consumindo de tal forma a ponto de distanciá-los da graça e levando-os muitas vezes aos quartos sombrios da amargura e depressão, os afastando do convívio social, dos relacionamentos saudáveis, e os aprisionando em suas próprias fantasias.

Esses pecados são tantas vezes considerados por nós Igreja como abomináveis. E no intuito de varrer o pecado, acabamos por tantas vezes varrendo o pecador.

Por motivos como esse, esses pecados são mantidos secretos, ocultos, vergonhosos e aqueles que lutam contra eles, lutam sozinhos, por medo da rejeição, da vergonha e humilhação.

Como você agiria se soubesse que o líder de louvor da sua igreja é viciado em pornografia, que mesmo lutando, jejuando, vez ou outra ele não resiste e se entrega a essa prática?

Como seria se descobrisse que aquele irmão que você considera tão consagrado e um viciado em masturbação, chegando a praticar o ato 04 ou 05 vezes ao dia?

E se seu soubesse que seu líder, um homem abençoado, conselheiro e amigo de todos, luta e sofre com desejos homossexuais?

Pois bem, a maioria de nós não está pronto para lidar com isso! A igreja talvez não esteja pronta para lidar com isso, por isso preferimos muitas vezes fechar os olhos, manter esse tipo de pecado debaixo do tapete para não trazer escândalo, e deixamos assim nossos irmãos feridos na estrada da vida, os deixamos em seus quartos escuros e sozinhos.

Somos chamados a caminhar juntos, a estender a mão a sermos apoio. (Tiago 4:2-6) Mas trocamos essa responsabilidade porque a consideramos pesada demais.

Somos desafiados a caminharmos juntos a olhar além do rótulo, a entendermos a raiz, a se colocar no lugar, a guerrear a mesma guerra, pagar o preço que Jesus pagou, a entrarmos nos quartos escuros dos nossos irmãos e ascender à luz da graça e estender a mão para tirá-los dali. (Eclesiastes 4:7-12)

Nossas igrejas e nossos relacionamentos precisam ser lugares onde possamos confessar nossas mazelas com a certeza que encontraremos refúgio. (Tiago 5:16)

Não estou falando de sermos convenientes com o pecado, mas estou afirmando que devemos estender a graça e sermos instrumentos de Deus para que o pecador encontre espaço, apoio, amor e segurança para com auxilio do Espirito Santo libertar-se.

Talvez você ao ler essa matéria irá se identificar em tantos aspectos, ou se lembrará de alguém, ou perceberá o quão distante estamos tantas vezes de cumprir o nosso papel como servos, herdeiros da graça e igreja de Cristo.

Seja qual for a sua identificação ao ler essa matéria, meu desejo é que o Espírito Santo desperte seu coração e você seja capaz de olhar além, de enxergar que existe alguém por trás dos rótulos, e se você é esse alguém que luta na escuridão dos pecados ocultos, existe esperança, você não está sozinho, abra a janela e deixe a luz de Cristo entrar!

E nesse intuito convido você para junto comigo refletir sobre os pecados secretos nessa série de estudos que virão.

Deus nos abençoe!

* Se você enfrenta dificuldade na área da sexualidade e precisa de auxilio e ajuda, entre em contato conosco através do e-mail:[email protected]



Elder Rangel

Elder Rangel

Elder Rangel, 32 anos, natural de Campos dos Goytacazes – RJ, membro da Igreja Batista Torre Forte, formado em Teologia pela FABERJ (Faculdade Batista Estado Rio de Janeiro) e Gestão de Pessoas pela Universidade Estácio de Sá, Missionário de Jocum – Jovens com Uma Missão e atua em aconselhamento, treinamento para liderança e discipulado.


Deixe seu comentário!