Por que Judas precisou beijar Jesus?

E o que o traía tinha-lhes dado um sinal, dizendo: o que eu beijar é esse; prendei-o. Mt 26:48


Por que Judas precisou beijar Jesus?

Esse é um dos textos mais emblemáticos das Escrituras. Grandes são as maravilhosas lições que podemos extrair desse versículo, bem como entender o real motivo de Judas ter precisado beijar Jesus no momento de seu ato de traição.

Indo direto ao ponto, é pacífico o motivo pelo qual Judas beijou Jesus: foi para identificá-lo aos soldados romanos. Mas a grande e central pergunta é: Por que Jesus precisou ser identificado?

Jesus precisou ser identificado porque não era, exteriormente, diferente de seus discípulos. Explico: Jesus não dispunha de uma túnica mais brilhante, ou se colocava sobre um estrado quando falava, de maneira que ficasse em posição superior aos seus discípulos; Jesus não se punha acima dos seus, tampouco era cercado de regalias por aqueles que o acompanhavam.


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


Jesus precisou ser identificado porque se “misturava” com suas ovelhas. Jesus precisou ser identificado porque era ele quem servia, e essa posição de servo não combinava muito com o conceito de liderança da época. Ora, se Jesus fosse diferente dos seus amados discípulos, era só Judas dizer: “Prendam aquele que tem uma capa dourada, ou aquele que dorme em uma tenda enquanto todos os outros estão de fora, ou aquele que come enquanto os outros ficam com fome”.

Se Judas não o fez dessa forma, penso eu que é porque Jesus não tinha uma capa diferente daquelas dos seus discípulos; Jesus não dormia em uma tenda enquanto seus discípulos ficavam ao relento e Jesus não comia enquanto os seus discípulos passavam fome!

Que exemplo maravilhoso o nosso Mestre Jesus nos deixou. Queridos irmãos, e principalmente aqueles que são líderes e Pastores, não se coloquem acima das suas ovelhas; não se encham de regalias e mordomias enquanto seu rebanho passa necessidades e sofrimento; não se coloque como o centro das atenções ao invés de ser o mais servo de todos! Sirva e se misture ao seu rebanho, não cheire suas ovelhas, antes tenha cheiro de ovelha!

Não consigo entender a quantidade de magnatas do púlpito vivendo uma explícita ostentação enquanto suas ovelhas morrem com necessidades cada vez mais básicas. Jesus não foi assim! Chore, clame e cuide de suas ovelhas, afinal, antes de serem suas ovelhas, elas são as amadas ovelhinhas do Senhor Jesus, e Ele cobrará de cada um de nós o cuidado que estamos tendo com suas ovelhas!

Às vezes, esquece-se que a escada da carreira ministerial é uma escada descendo, onde, quanto mais se avança, mais se desce ao serviço! Aquele que acha que a escada da carreira ministerial é uma escada subindo à fama e ao prestígio precisa, antes de tudo, se converter e se arrepender de sua vaidade, e, então, passar a ser o mais servo de seu meio, seguindo o extraordinário exemplo de nosso Senhor Jesus!

Que Deus os abençoe grandemente.



Hélio Roberto

Hélio Roberto

Casado com Hellen Sousa e pai da princesa Acsa Sousa. Servidor Público Federal, graduado em Teologia e em Gestão Pública. Diácono e Líder do Ministério de Acolhimento da Igreja Batista Cristã de Brasília. Contato para ministração e estudos bíblicos: helior.ssousa@gmail.com


Deixe seu comentário!