MENU

Porque não votarei no “poste de Lula”

Haddad quer implementar uma ditadura “democrática” no país.


Fernando Haddad
Porque não votarei no "poste de Lula"

As eleições se aproximam e muito temos ouvido falar de cada candidato. É tanto ataque e tanta mentira veiculada que resolvi, eu mesma, ler e avaliar seus planos de governo (aqui). Eis abaixo minhas razões para não votar em Haddad/Lula:

Haddad não defende a vida desde a concepção. Ele promete fortalecer os conselhos e conferências de saúde, onde o discurso pró-legalização do aborto é fortemente defendido (Plano de governo, Proposta 3.2).

Leia mais

Haddad não defende a família natural. Ele promete implementar programas e ações de educação para a diversidade, o que significa ensinar as crianças e adolescentes que todo tipo de relacionamento é família e que todo tipo de relação é natural e positiva (Plano de governo, Proposta 2.4 e 3.1);

Haddad não protege a infância e adolescência. Ele promete implementar e massificar programas e ações de educação para a diversidade, o que significa ensinar e incentivar crianças e adolescentes a terem múltiplas identidades (mulher, homem, gênero fluido, entre outras) e orientação sexual diversa (hetero, homo, bissexual, etc.) (Plano de governo, Proposta 2.4 e 3.1);

Haddad defende uma educação controlada pelo Estado, isto é, a continuidade da doutrinação de crianças e adolescentes nas escolas. Ele promete ampliar a centralização da política educacional no governo federal e fortalecer o projeto de educação (doutrinador) desenvolvido nos governos Lula, Dilma e Temer (Plano de governo, Proposta 3.1);

Haddad defende que as políticas culturais devem ser políticas de Estado. Ele quer investir ainda mais recurso nosso em artistas, peças teatrais e programas que erotizam crianças e propagam a pornografia e a inventada “diversidade sexual” (Plano de governo, Proposta 3.5);

Haddad acredita num Estado forte e controlador da economia e da sociedade (Plano de governo, p. 5-6). Mas temos visto e já sabemos que quanto maior o Estado, mais ineficiente ele é e mais corrupção há;

Haddad não só apoia como também fortalecerá a aliança com governos ditatoriais e corruptos como o da Venezuela. Ele promete priorizar os esforços para fortalecer a União da América do Sul, isto é, fortalecer o projeto socialista do Foro de São Paulo (Plano de governo, p. 11);

Haddad quer implementar uma ditadura “democrática” no país. É isso mesmo! Em nome da democracia, ele rejeita a Constituição e as leis democraticamente criadas. Ele se vê acima da lei. Quer “refundar a democracia brasileira”, como se ela não existisse mais (Plano de governo, p. 4, 10-12, 17).

Por que tudo isso é tão importante para mim? Porque os estudos científicos mostram que os países com os melhores níveis de bem-estar individual e social são aqueles que protegem a família natural e as crianças e adolescentes (Nota 1) e garantem liberdade de empreender para os indivíduos e de produzir no mercado (Nota 2). Família e liberdade são a chave para a paz e prosperidade, são a solução para a crise que vivemos!

Notas:

1 Ver http://svc.summit-americas.org/sites/default/files/Tipos%20de%20familias%20Fernando%20Pliego.pdf

2 Ver https://www.llri.lt/wp-content/uploads/2015/06/IEF-highlights-2015.pdf.



Viviane Petinelli é pós-doutora em Ciência Política. É especialista em políticas públicas e participação social.

Assuntos: , ,


Deixe sua opinião!

Mais notícias