Qual importância você dá ao dia de seu casamento?

A "cerimônia de casamento" vem ganhando contornos apenas materiais


Qual importância você dá ao dia de seu casamento?

Olá queridos leitores do Gospel Prime! Depois de quase dois anos sem publicações, estamos retornando nossas postagens sobre relacionamentos cristãos. O Ministério de Namorados em que servimos a Deus continua a todo vapor disseminando a Palavra Divina e a visão de um namoro santo, com propósitos e tendo como horizonte o casamento.

Com tem sido desde o início, aproveitamos os artigos para homenagear um casal, e na oportunidade queremos saudar os mais novos casados Luiz Amorim e Érica Ribeiro, que fizeram parte do time de 11 casamentos realizados só esse ano com ex alunos do curso de acompanhamento para casais de namorados cristãos do Ministério de Namorados da Igreja Batista Missionária da Independência, que também tem recebido alunos de diversas outras denominações evangélicas.

Antes de trazer a reflexão dessa semana, queremos compartilhar duas sugestões da semana:

Se você é evangélico e está namorando, gostaria de convidá-lo a participar de nossa pesquisa online. Ela é confidencial e não te identifica. Acesse e responda: pt.surveymonkey.com/r/VSBQTFY

Para quem gosta de viagens românticas, nós criamos a pouco tempo um canal com vídeos dando dicas e claro falando sobre relacionamentos. Eles estão disponíveis no canal do Youtube: www.youtube.com/channel/UCV3jm0h1av_umGRQVOCK8HQ

O tema dessa semana, para não fugir a regra, é polêmico. “Qual o sentido você vem dando para o dia de seu casamento?”

Vemos com preocupação a forma de como o momento “cerimônia de casamento” vem ganhando contornos apenas materiais em nossa época.

Assistimos o crescimento do apelo na contratação de infindáveis serviços tornando a ocasião solene matrimonial em uma indústria cada vez mais incrementada e cara, focada mais nos detalhes do que na essência. Mesmo na crise, o setor de “casamentos” aumentou ainda mais seus lucros.

Você, namorado ou noivo, deve está sonhando com seu grande dia. Mas como você pretende concebê-lo? Sim, quando vocês decidirem por casar, terão que tomar decisões que irão revelar a forma que visualizam esse grande momento. Afinal, o que é a cerimônia de casamento para você?

Nós acreditamos e defendemos que é o momento reservado pelo casal para celebrar e tornar público para igreja, para o amado, para seus amigos e familiares e para Deus os votos (juramento) de cumprir o que a Palavra de Deus reserva ao esposo e a esposa. É tornar público que estão dispostos a assumir o compromisso duradouro de amar incondicionalmente seu esposo e esposa. É uma grande celebração por concretizarem um projeto celestial de casamento concebido desde os princípios como encontramos em Gênesis 2:24.

O momento em si já é especial. A alegria se revela pela constatação da notória fidelidade de Deus na vida do casal que conseguiu chegar ao altar.

Logicamente, que para um momento único, os noivos sonham com uma cerimônia bonita. Mas qual o seu conceito de beleza em uma cerimônia? É justamente neste ponto que a indústria casamenteira joga pesado. Constrói infindáveis opções, buscando tornar suas ofertas ao status de necessárias e imprescindíveis para que a própria cerimônia possa simplesmente acontecer.

O mecanismo de apelo ganha contorno de fardo, quando um casal passar a entrar neste mundo fantástico de tantas descoladas possibilidades, mas que confrontadas com a realidade financeira do casal, se revelam inviáveis.

O apelo ganha contornos de extorsão quando, a todo custo, busca persuadir o casal, ou a uma das partes, que não há problema algum em se endividar e entrar todo enrolado na vida de casado. Tudo passa ser válido para ostentar aquilo que não tem.

A indústria casamenteira acaba ganhando contornos ainda mais perversos quando lança sobre o casal uma frustração corrosiva alegando que se não tem condições para realizar “aquela festa” não se teria condições para casar e não podem casar. Se liberte desta mentira!

O apelo comercial que invade as diversas feiras mundanas de noivos tem um único interesse: lucrar, criar desejos e forjá-los como necessidades, e constituir-se como única via possível de realização do sonho de casar. O projeto de casamento reservado por Deus não determina qual deve ser a decoração Y, nem o espaço Cerimonial X, nem mesmo o fotógrafo badalado, ou aquele buffet gourmet top de mercado.

Quem Deus permitiu uma condição financeira para ter aquilo que sonha, que se permita a realizar e agradeça a Deus. Se o teu irmão teve um casamento que fascinou os seus olhos e te encheu de sonhos, busque entender que foi esta a realidade que Deus permitiu a ele e que vocês terão um casamento conforme a realidade financeira que Deus permitirá a vocês. Já assistimos diversas cerimônias aparentemente mais simples, mas com uma atmosfera tão linda e emocionante que jogos de luzes e efeitos especiais não conseguiriam simplesmente montar. São manifestações celestiais profundas e inesquecíveis que inunda toda a cerimônia.

Deus nos chamou para celebrar a união de dois para se tornarem​ um. Deus nos chamou para unir propósitos e constituir uma nova família celeste na terra. Essa é a essência de cerimônia matrimonial, mesmo que sem os canapés, quiches e trufas.

A cerimônia precisar voltar ao “ser” e não continuar se perdendo no pesado “ter” na caminhada de muitos que decidiram casar.

E quanto aqueles que estão sendo oprimidos pelo falso discurso de não poder oferecer “aquela festa”, viva a sua realidade, foque na essência do grande momento e celebre com muita alegria, nas condições que Deus lhe permitiu e se junte a nós, no tempo certo do Senhor, naquilo que chamamos Série A, o grupo abençoado por Deus que decidiu pelo casamento como um dos mais importantes projetos de toda uma vida.

Até o próximo artigo!



Gustavo e Myllene

Gustavo e Myllene

Gustavo Mercês e Myllene Ramalho, são casados e líderes do Ministério de Namorados da Igreja Batista Missionária da Independência em Salvador-BA. Gustavo é Relações Públicas e Historiador. Já Myllene Ramalho é Assistente Social. Ambos estão no Ministério de Namorados desde 2012.


Deixe seu comentário!