Seja homem

Pergunte a você mesmo: você é homem? Ou seria você uma criança de barba, que troca o escasso e precioso tempo de diálogo por uma porcaria de um vídeo game?


Seja homem

Este texto é para todos os homens, em especial pra você que se acha homem o bastante.

Porque o erro já começa aí (se achar homem o bastante). Te ensinaram errado, dizendo que ser homem é ser o machão, o perfeitão, o super sábio.

Aprenda isso: um homem que não sabe ouvir o discordante é o maior dos moleques.


  Psicólogo ajuda cristãos a vencer o vício da pornografia


E, olha, não adianta se fechar no orgulho. Quem se fecha no orgulho demonstra fraqueza e não força, de modo que sai da rota divino-criativa para a qual foi formado para andar.

Penso que a causa maior de tanta covardia entre nós homens é a ausência de um amor radical a Deus e a sua Palavra. Só que o que os homens de hoje querem mesmo é bajulação, sexo, poder e dinheiro. Estão enlouquecidos com este mundo e suas ofertas mentirosas e medíocres.

Este homem contemporâneo é tão conectado e ao mesmo tempo tão imprestável! Por que será?

Serei franco: nossas mulheres não deveriam sofrer tanto cuidando de tudo da casa. Elas não deveriam se matar de trabalhar e chegar em casa para fazer tudo. A nossa covardia atual é ridícula!
Por que tanta omissão?

Não cuidamos, não falamos a elas afirmações originais de amor, não servimos com alegria e não buscamos a Deus por elas e pela família. E depois vamos para a internet reclamar de tudo. E isso é simplesmente patético.

Pergunte a você mesmo: você é homem? Ou seria você uma criança de barba, que troca o escasso e precioso tempo de diálogo por uma porcaria de um vídeo game?

Fala-se tanto hoje em dia de “autoestima”, “autonomia”, “autossuficiência”, mas deveríamos falar mais de autocontrole e autoesquecimento. Falta evangelho em nós! Caráter santo! Menos “eu” e mais Cristo!

O egocentrismo pode destruir um casamento, um noivado ou um namoro. Se permanecermos nos achando o último biscoito do pacote e que as nossas mulheres devem se virar para nos agradar e medir as palavras para não nos magoar, acabaremos mal… Acabaremos sós.

Quando entendermos que o nosso chamado em Deus é um chamado essencial para sermos tão somente homens, o mundo será transformado.

Mas enquanto um mundinho de quadrinhos for a nossa realidade, muita gente que nos ama continuará a sofrer.

Por favor, acorde para esta dura realidade, antes que seja tarde demais.



Maycson Rodrigues

Maycson Rodrigues

30 anos, é casado com Ana Talita, estudante de Teologia Reformada e estuda Filosofia na UFRJ. É compositor, escritor e músico e trabalha no ministério paraeclesiástico e missionário chamado Entre Jovens. Recentemente publicou um livro intitulado “Aos maridos: princípios do casamento para quem deseja ouvir”.


Deixe seu comentário!